Como escolher o destino de uma viagem?

É tão óbvio que para viajar precisamos escolher o destino, que comumente esta etapa é ignorada no processo de planejar uma viagem. Você pode tirar ainda mais proveito de uma viagem se incluir no seu planejamento, a escolha do destino. Planejando, você vai poder fazer uma viagem que combine com o seu estilo, com o seu orçamento e que corresponda as suas expectativas.

Já pensou que chato viajar pra Barcelona pra curtir as praias maravilhosas e chegar lá em pleno inverno? Desembarcar na cidade mais romântica do mundo logo após o término de um relacionamento? Além disso, algumas atrações são sazonais, então imagine ainda correr o risco de perder o que mais te atrai em um determinado local. Tudo pode acontecer, e só o planejamento vai fazer você experienciar o melhor da sua viagem, ou seja, visitar o que te agrada, no seu ritmo, no seu tempo.

Para escolher com mais tranquilidade os seus destinos, vamos te ensinar a fazer uma Bucket list e então, analisando as opções que te agradam, você vai conseguir decidir qual destino combina mais com os seus gostos, seus interesses e com como você está se sentindo no momento.

Tenha uma Bucket list

travel-the-world.png

Bucket list deriva da expressão “to kick the bucket“, que em português significaria algo como “ir pro saco”, ou seja, morrer. Não existe uma tradução específica para esta expressão, mas a bucket list é uma espécie de “lista de coisas para fazer antes de morrer”. Pra quem é apaixonado por viagem, nada mais justo que ter uma bucket list exclusiva para o tema.

É muito comum a gente sentir vontade de conhecer um lugar porque é cenário de um filme ou seriado que gostamos, porque vimos fotos lindas, porque queremos conhecer mais de uma cultura que admiramos, porque queremos fazer trabalho voluntário… motivos não faltam! Mas na hora de decidir pra onde ir, parece que todos esses lugares fogem da nossa cabeça. Quando você se interessar por algum destino, coloque-o na sua bucket list. Você pode listar o que deseja fazer em cada local ao invés de meramente citar nomes de cidades, como por exemplo “Escalar o monte Roraima”, “Fazer um curso de yoga na India”, e por ai vai.

Quer se inspirar na hora de escolher o destino?

1000 Lugares para conhecer antes de morrer

1000-lugares-para-conhecer-antes-de-morrer

Livro de turismo da jornalista americana Patricia Schultz, que lista os 1.000 pontos turísticos mais importantes do Planeta na visão da autora. Entre as opções selecionadas por ela para atender a todos os gostos e bolsos estão reservas ecológicas, ruínas sagradas, resorts, restaurantes, vilarejos esquecidos pelo tempo, museus, teatros, catedrais, fiordes, cavernas, cruzeiros, safáris, trilhas, passeios de balão e ilhas fantásticas. Sem falar nos eventos culturais, artísticos, gastronômicos, religiosos e esportivos e nos incríveis roteiros de palácios e vinhedos. Além do livro físico, existe também uma versão em aplicativo pra iOS com todo o conteúdo do livro e imagens coloridas, mapas interativos e muitas outras funcionalidades divertidas.

101 Lugares para não conhecer antes de morrer

101-lugares-para-nao-conhecer

Na contramão das listas de lugares para visitar, filmes para ver, livros para ler, a autora Catherine Price resolveu lançar, pelo selo Amarilys, o livro 101 lugares para não conhecer antes de morrer. Micos do chamado turismo histórico, restaurantes em que uma só visita já basta para saber que ali se encontra um lugar para nem passar na porta, as mais absurdas burocracias alfandegárias e muitas outras histórias que, acredite, podem ser bem úteis. Saiba mais aqui.

Um pedacinho da minha Bucket List

1. Fazer a transiberiana

transiberiana

2. Vivenciar o Natal em Nova York

Árvore de natal no Rockfeller Center

3. Caminhar na Muralha da China

A imponente muralha da China

4. Ver uma aurora boreal

Aurora Boreal

5. Ver o mar de estrelas na Isla Vaadho, Maldivas

mar-de-estrelas
Mar de estrelas <3

6. Visitar os sets de gravação de Senhor dos Anéis na Nova Zelândia

O condado

7. Conhecer Machu Picchu

machu-picchu
Machu Picchu

8. Tomar um banho termal em Budapeste

Piscina na área externa do Széchenyi thermal bath

9. Subir o monte Roraima

Monte Roraima

10. Visitar a mesquita rosa, um espetáculo de cores no Irã

Pink Mosque
Pink Mosque

Você pode salvar a sua Bucket list em sites como o TripAdvisor e o GogoBot, dessa forma seus destinos ficam organizados e você também confere fotos, dicas e recomendações dos viajantes. Ao consultar sua lista, certamente será muito mais fácil planejar a sua próxima viagem.

O que levar em consideração na hora de escolher o destino de uma viagem?

Agora que você tem uma bucket list, nada mais justo que aproveitar ao máximo tudo que o local que você está ansioso para conhecer tem para oferecer. Para evitar acidentes de percurso e frustrações, leve em consideração os itens que listamos a seguir.

1- Quantos dias você tem pra fazer a viagem

Pode até parecer besteira, mas levar em conta quanto tempo você tem, é um dos fatores determinantes para decidir o seu próximo destino. Num exemplo bem grosseiro, você não vai fazer aquele mochilão na Europa em uma semana, nem vai passar um mês inteiro em uma cidadezinha encantadora do interior.  Dê uma olhada na agenda de feriados, cheque suas férias com cuidado e tome nota de quantos dias você vai ter para aproveitar seu destino sem que, por conta da pressa você deixe de visitar atrações do seu interesse, nem fique entediado por estar tempo demais no mesmo lugar.

O ideal é em viagens mais curtas visitar destinos mais próximos, evitando perder dias inteiros nas viagens de ida e volta.

2- O calendário do seu destino

Imagine a situação: você compra uma passagem para outro estado, ou para outro país e só depois descobre que você agendou a sua viagem durante um feriado local, ou durante um evento de grande porte. Os hotéis poderão estar lotados, os voos ou ônibus interestaduais podem estar mais caros, os restaurantes fechados, as ruas desertas. Consulte o calendário local dos destinos da sua bucket list antes de comprar suas passagens.

3- O clima na época que você vai viajar

Nos meses de julho e agosto, comumente os preços das passagens para o Caribe costumam cair bastante, você sabe porque? É a época de furacões. Apenas algumas ilhas ficam fora da rota dos furacões e, ainda assim, a probabilidade de um furacão chegar na ilha que você está é baixa, mas existe. Então, melhor evitar. Se você está no clima de praia, não vai querer desembarcar durante o inverno, se você quiser fazer um passeio no deserto do Saara, não vai poder fazê-lo no auge do verão. Os exemplos são muitos, portanto, lembre-se sempre de verificar. Você pode usar sites como o The Weather Channel para obter estas informações.

4- Promoções de passagem

Acompanhe sites como Melhores Destinos e Skyscanner e receba alerta de promoções de passagens aéreas! Vai que você encontra uma oportunidade incrível de conhecer uma cidade que nunca nem tinha imaginado visitar? Também existem sites como o Voopter que te alertam quando aquele trecho que você está interessado chegou num preço bacana. Muitas vezes as promoções são decisivas, porque a gente se questiona “Quando isso vai estar tão barato novamente?” Mas, tome cuidado. Não deixe que as tentações das promoções te impeçam de analisar com calma todos os fatores.

5- Orçamento disponível

Se você está planejando uma viagem econômica, é bom riscar da lista os países que tem uma moeda mais valorizada que o real, assim você evita perder seu precioso dinheiro na conversão. Consulte as taxas de câmbio atualizas em sites como o OANDA.

Também é muito interessante fazer orçamentos e comparar quanto você gastaria em média em cada local para fazer a sua escolha, consulte a sua bucket list e faça alguns levantamentos para saber onde você pode obter o máximo do seu suado dinheirinho. Você pode conferir este post para saber como calcular quanto vai precisar poupar para viajar. Use sites como o Numbeo que classifica os países pelo custo de vida, os custos de restaurante, e cidades por custo de viagem e Fareness, que compara o quanto você vai ter que pagar em passagens aéreas nas datas aproximadas que está planejando viajar (funciona com no máximo 6 meses de antecedência). Outro site muito bom é o Quanto Custa Viajar.

Algumas vezes, as promoções de passagens áreas estão tentadoras, mas as hospedagens custam muito caro. Você pode dar preferência a locais onde amigos ou parentes podem lhe receber, se esse não for o caso, confira as nossas dicas de como economizar com hospedagem.

6- Documentação obrigatória

Não adianta marcar uma viagem para os Estados Unidos e não ter um visto válido, ou para fora do Mercosul sem ter um passaporte. A menos que haja tempo suficiente para tirá-los, claro. Em alguns lugares são requeridas vacinas, como a da febre amarela por exemplo. E não adianta levar o seu cartão de vacinação, porque não é um documento oficial. Você vai precisar de um tempinho pra ir a Anvisa e solicitar um cartão de vacina internacional. Este é só um exemplo de algum documento que pode ser exigido, portanto antes de marcar a sua viagem, verifique quais documentos você precisará apresentar e, se você vai ter tempo hábil para organizar toda a documentação necessária e evitar dores de cabeça.

7- Estilo de viagem

Você já parou pra pensar qual é o seu estilo de viagem favorito? Você prefere viajar sozinho, ou em grupo? Gosta de apreciar paisagens ou passear em metrópoles? Quer viajar para escapar do calor ou para curtir uma praia maravilhosa? Seu maior interesse é fazer compras ou visitar atrações turísticas? Você quer viajar pra relaxar ou pra aproveitar tudo que o lugar oferece? O importante durante uma viagem é se sentir bem, então leve em consideração em que fase da vida você está.

Fuja do mesmo

Uma amiga minha, levou os pais há 3 anos para conhecer Natal, RN. É claro que Natal é um lugar maravilhoso e encantador, mas desde então tem sido o único destino de férias deles. Eles não voltam lá pra visitar familiares ou entes queridos. Voltam porque se apaixonaram por Natal. Mas gente, o Brasil tem tantas outras cidades de praia tão maravilhosas quanto, ou até mesmo melhores, por que não visitar?

Quantas outras pessoas vão sempre para o mesmo lugar? Você sabia que a maioria dos Brasileiros viaja a Flórida repetidas vezes? Existem tantos países, tanta cultura, tanta coisa maravilhosa! Use a sua Bucket list e vamos aproveitar o que o mundo tem de melhor!

Você já tem uma Bucket list? Costuma usá-la para decidir os seus destinos? Conta pra gente!

E depois de escolher o destino, aproveita e confere nosso Guia do Planejamento de Viagens. Tem muitas dicas preciosas por lá.

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

8 comentários em “Como escolher o destino de uma viagem?

  • janeiro 11, 2016 em 2:24 pm
    Permalink

    Muuuuuuuuuito bacana. Parabéns pelo post!
    Eu criei minha bucket list no wunderlist!

    Resposta
    • janeiro 13, 2016 em 2:47 am
      Permalink

      Obrigada!

      Ah que legal! 😀
      Eu indiquei os dois sites no post porque eles recomendam opções de atrações que você pode não ter pensado em visitar, ou que não sabia que existiam.
      Divirta-se muito planejando.

      Um abraço.

      Resposta
  • janeiro 11, 2016 em 9:22 pm
    Permalink

    Não! Nunca pensei em fazer uma Bucket list…na verdade tenho 3 destinos que eu adoraria conhecer e já sei o que quero fazer em cada um deles (na verdade é uma coisa específica para cada, preciso pensar em mais coisas diferentes a fazer nesses lugares), mas depois desses 3 não tem nada! Vou preparar a minha! Adorei as dicas 🙂

    Resposta
    • janeiro 13, 2016 em 2:46 am
      Permalink

      Obrigada Bruna! Conta pra gente quais lugares você quer conhecer. E se tiver um tempinho organiza sua Bucket list nos sites que citamos no post, eles são super legais porque te ajudam com esse problema de não saber o que fazer além do que você está pensando. Tanto o TripAdvisor quanto o GogoBot sugerem vááários passeios e atrações nos destinos que você escolher.

      Um abraço!

      Resposta
  • janeiro 13, 2016 em 4:28 am
    Permalink

    Muito bom o post! Já fui “vítima” da falta de planejamento. A partir de então passei utilizar o TripAdvisor para saber escolher melhor tanto o destino quanto o que fazer na viagem, além de colaborar com avaliações de locais já visitados para ajudar outras pessoas. Porém, ainda não tinha uma Bucket List. Obrigado Carmina. 🙂

    Resposta
    • janeiro 16, 2016 em 10:29 pm
      Permalink

      Obrigada Thales!

      Eu já passei mal bocados por falta de planejamento também. Exemplo: reservei minha hospedagem pras datas erradas e só descobri quando cheguei no meu destino!
      A gente tá fazendo aqui no blog uma série de posts só com dicas de planejamento de viagem. Quem sabe ela não ajuda você a não passar mais por isso?

      Um abraço!

      Resposta
  • janeiro 13, 2016 em 3:07 pm
    Permalink

    Adorei o post e já vou criar uma bucket list pra mim 🙂 De cara penso em alguns itens: esquiar na Patagônia, conhecer o deserto do Atacama e visitar o Japão para conhecer melhor a cultura Japonesa.

    Resposta
    • janeiro 16, 2016 em 10:27 pm
      Permalink

      Obrigada Tayná!

      Adorei as suas ideias, a América do Sul tem muitos destinos encantadores. E o Japão, nossa! O país vai de um extremo ao outro, deve ser muito impressionante.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *