Greenwich: o que fazer? – Parte 2

Foto da plaquinha que mostrava como você poderia tirar uma foto - se pagasse.

Se você seguiu o roteiro do post anterior, nesse momento você já vai ter passado pelo Cutty Sark,  Discover Greenwich e National Maritime Museum, mas pra mim o melhor de Greenwich está um pouco mais adiante. então não perca tempo, corra para o Greenwich Park!

Greenwich: o que fazer? - Parte 2
Até as latas de lixo são lindas!

É um parque enoooooorme, lindo, e cheio de verde, cheio de vida. Não é difícil encontrar alguns Alvins (a.k.a esquilos) fazendo poses pra ganhar amendoins.

Greenwich: o que fazer? - Parte 2
Alvin fazendo charme!

É no Greenwich Park que está o Royal Observatory Greenwich, uma representação da famosa linha imaginária que divide o mundo em longitude leste e oeste, o relógio que serve de referência para o mundo inteiro e uma das vistas mais lindas de Londres. O parque é tão grande que acaba sendo uma caça ao tesouro. Procure caminhos que te levam para o alto e enquanto estiver subindo, bata um papo bem sério com São Pedro, pra ele deixar a vista desimpedida. Esqueci disso e minha foto ficou branquinha assim, ó:

Greenwich: o que fazer? - Parte 2
Vista para Londres de Greenwich

O Royal Observatory é um observatório (rá) , tem um telescópio de 28 polegadas (seja lá o que isso queira dizer). O grande barato do observatório é que – se você pagar pra entrar – tem a famosa linha pra você tirar foto. Acho que tem uma espécie de museu também, mas não desembolsei nenhuma libra pra conferir.

Logo ao lado do observatório (e do portão onde você vê as pessoas na fila pra tirar a famosa foto com um pé em cada hemisfério), está o relógio que sintoniza a hora do mundo inteiro, um relógio de 24h. Não, nem todo relógio é de 24h, geralmente eles são de 12h e giram duas vezes por dia, lembrou? Olha ele aí:

Greenwich: o que fazer? - Parte 2
Relógio que sincroniza a hora do mundo!

Por fim, antes de descer, acabei descobrindo sem querer, que seguindo o muro portão ao lado do relógio, há uma versão pobre da linha do meridiano, sem gastar libras, só enfrentando uma filinha.
Como não pude esperar na fila, a melhor foto que consegui foi essa aqui:

Greenwich: o que fazer? - Parte 2
Leste e Oeste – Eu cruzei a linha!

Bem, é isso! Espero que gostem de Greenwich, eu ainda quero voltar lá num dia lindo de sol!!!!

Até a próxima!

Greenwich: o que fazer? - Parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *