Como escolher o seguro viagem para a Ásia?

Frequentemente, temos encontrado pessoas com dúvidas como essas: Qual o melhor seguro viagem para a Ásia? Qual seguro devo escolher para uma viagem ao sudeste asiático? Como escolher um seguro viagem internacional barato? Resolvemos escrever esse post para contar como escolher e como foi utilizar o seguro na região.

Nós já escrevemos um artigo ensinando Como escolher o seguro de viagem. Lá explicamos um pouco sobre a cobertura dos seguros e ainda falamos da diferença entre seguro saúde e seguro de viagem. Ainda que o artigo seja bem completo, muita gente fica na dúvida querendo saber qual o melhor seguro para a Ásia, devido aos relatos de problemas especialmente com a comida. Por isso, resolvemos escrever este artigo mais específico.

Devo contratar um seguro de viagem internacional?

Se você quer simplesmente saber se o seguro saúde é obrigatório para a Ásia, a resposta é não. Mas não é porque não é exigido, que não seja importante, certo? A verdade é que existe uma grande discordância sobre a necessidade contratar ou não um seguro viagem, para a Ásia ou qualquer outro lugar do planeta.

Há pessoas que defendem que nunca adoecem e por isso acham melhor economizar esse dinheirinho. Eu confesso que já fui desse time e não fiz seguro durante as minhas primeiras viagens para fora do país. Sempre tive uma saúde excelente, não adoecia fácil e via como um gasto extra desnecessário. Maaaaas, também preciso confessar que eu não sabia encontrar os melhores seguros e achava tudo muito caro! Depois que aprendi, tudo mudou. 🙂

Do outro lado, estão os defensores dos seguros: o time do “com a saúde não se brinca”ou “tem economia que não vale a pena”. Muitas dessas pessoas tem a saúde mais vulnerável, especialmente quando saem de sua rotina, ou conheceram a experiência de algum amigo ou parente que não tinha seguro e teve que deixar um rim para pagar o tratamento. Embora minha saúde em geral seja ótima, hoje eu tendo mais pra esse lado.

Como decidir?

Acho que a melhor forma de decidir se você deve ou não contratar um seguro viagem é se perguntar o que você faria se precisar desembolsar, durante a  viagem, 5 mil dólares para pagar uma conta de hospital. Você teria como pagar? Seus pais podem/irão arcar com esse custo para você? Se a resposta a essas perguntas for não, definitivamente contrate o seguro. Não vale a pena correr o risco e não é difícil uma conta de hospital chegar a esse valor.

Além disso, avalie como é seu comportamento no dia a dia. Quando você se sente mal na sua cidade, prefere procurar logo um médico? Ou é daqueles que resistem até a última instância para não ir a um hospital? Se você normalmente prefere ir ao médico na sua cidade, para receber o tratamento adequado e se sentir bem mais rapidamente, contrate o seguro!

Quais os maiores riscos a que estou sujeito na Ásia?

Agora que você já decidiu se você realmente precisa contratar um seguro para a sua viagem, é hora de decidir qual a cobertura ele deve ter. Lembre-se que as necessidades de cada pessoas são diferentes.

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?Quer se jogar nas comidas da Ásia? Não deixe de fazer o seguro!

Problemas estomacais

Essa é a campeã, definitivamente, na Ásia. Comer algo que não te faça bem. Isso ocorre por dois motivos: um é pelo padrão de higiene, que é muito inferior ao brasileiro. De um modo geral, até os bons restaurantes da Ásia seriam fechados pela vigilância sanitária brasileira. Se o seu sistema imunológico não for forte o suficiente, você vai sentir. E vale lembrar que nossas defesas não estão totalmente preparadas para o que vamos encontrar por lá. Além de passar alguns dias frequentando o banheiro excessivamente, em alguns casos você pode necessitar de antibióticos específicos. Além disso, há também a diferença dos temperos, excesso de óleo em algumas culinárias.

Dengue, zika, malária, febre amarela

As doenças transmitidas pelos mosquitos são relativamente comuns em países com clima quente e chuvoso, assim como no Brasil. Por isso, repelentes são importantes. Fique atento aos sintomas.

Mal estar causado por drogas ou bebidas alcóolicas

Há quem curta esse tipo de diversão e muitos acabam passando da conta, especialmente em ambientes como a Full Moon Party, na Tailândia. É facilmente evitado (basta não ultrapassar seus limites), mas infelizmente é muito comum na região.

Acidentes com veículos

O trânsito na Ásia é bem intenso em muitas cidades. Muitas motos e muita gente inexperiente, especialmente turistas. E é aqui começam a aparecer maiores problemas com as seguradoras. Dependendo do seu seguro, não haverá cobertura para o caso de acidentes. O é pior é que aqui podem morar os casos mais graves. Várias seguradoras até cobrem acidentes, mas se você estiver dirigindo ilegalmente fica excluído. E em vários países da Ásia, como a Tailândia, não é permitido dirigir com nossa carteira brasileira, nem com a PID. Isso não quer dizer que você será impedido de alugar ou que necessariamente terá problemas com a polícia, mas seu seguro pode negar atendimento.

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?
Vai encarar uma motoca? Saiba que muitos seguros não cobrem!

Acidentes na prática de esportes

Fazer trilhas, escalar vulcões, praticar mergulho. Se pretende fazer esse tipo de atividade, saiba que muitas seguradoras não cobrem acidentes ocorridos nesses e em outros esportes. Se tiver a intenção de praticar algum esporte, confira a cobertura da sua seguradora.

Posso usar o seguro do meu cartão de crédito?

Se o seu cartão de crédito oferece seguro saúde internacional, você pode sim utilizá-lo. Nesse caso é necessário ter comprado as passagens no cartão. Lembre-se de verificar se a cobertura se estende a seu cônjuge e filhos. Lembre-se também de emitir a apólice do seguro antes da viagem, através da central de atendimento do cartão ou no site do mesmo.

Observe que em alguns casos, o seguro funciona na modalidade de reembolso. Você arca com as despesas e depois envia para análise e eles devolvem o valor que você pagou. Aconteceu comigo na Nova Zelândia e só depois de 6 meses de ligações e emails é que eles finalmente aprovaram o reembolso.

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?

Na hora de escolher o seu seguro, você precisa saber claramente o que quer. Se quiser escolher um seguro mais básico, mas que atenda as principais urgências médicas, você pode optar por um seguro mais barato. Por outro lado, se deseja praticar esportes considerados radicais e ter cobertura caso algo aconteça, aí você precisa de um seguro mais completo. Lembre-se ainda que grande parte dos seguros de viagem, vão além do quesito saúde e contam com assistências para o caso de extravio de bagagem, atrasos no voo, antecipação de retorno, entre outros. Verifique as coberturas caso deseje ter essa assistência.

Qual o seguro mais barato para a Ásia?

A melhor forma para encontrar um seguro de viagem barato é usar um comparador. O comparador vai pesquisar várias seguradoras e mostrar os preços direitinho de acordo com seu destino e período de viagem. Nós utilizamos e recomendamos a Real Seguros, uma empresa que já utilizo desde 2012. A Real Seguros trabalha com seguradoras conhecidades e de boa reputação, como a Assist Card, Assist Med e GTA. E nós desafiamos você a encontrar um valor mais barato que a Real Seguros! 🙂

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?

Qual o seguro mais completo para a Ásia?

Se preço não é o que você busca e você quer um seguro com coberturas mais amplas, nesse caso recomendamos a World Nomads. Essa é a seguradora mais indicada por quem gosta de praticar esportes de aventura, como mergulho. Veja a lista completa de esportes cobertos pela World Nomads.

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?

Hospitour – Nossa experiência usando o seguro viagem na Ásia

Como eu já mencionei antes, eu não valorizava muito o seguro viagem e só comecei a contratar quando viajei para a Europa, onde o seguro é obrigatório. Entretanto, quando resolvi viajar por um ano, preferi não dar chance para o azar e ter que interromper a viagem por uma economia besta. Foi assim que acabei contratando o seguro. Claro que acabei fazendo o seguro mais barato que encontrei.

O seguro que eu escolhi

Utilizei a Real Seguros para comparar e fechei com a empresa Assist Med – Plano Prata Mundial. Paguei R$425,00 para um período de 3 meses. Esse plano cobre 6.000 dólares em despesas médicas, mas não cobre esportes por exemplo. Uma das coisas que eu achei mais legal sobre a Assist Med foi a possibilidade de acionar o seguro via Whatsapp.

Usando o seguro em Bali, Indonésia

A primeira vez que eu precisei acionar o seguro foi em Bali, na Indonésia. Minha filha passou muito mal vomitando durante a madrugada e resolvemos levá-la ao médico assim que amanheceu. Normalmente usamos o Skype para fazer ligações internacionais, mas justamente nesse dia a internet do hotel não estava funcionando. Foi uma sorte poder contar com o atendimento da seguradora via whatsapp, pois fomos em um restaurante ali perto e mesmo com uma conexão fraquinha, conseguimos todas as orientações para levá-las até uma clínica.

Chegamos na clínica e eles já estavam nos aguardando e autorizados a nos atender. Minha filha recebeu toda a medicação necessária na clínica e eles ainda nos deram medicamentos para casa. Fizeram exames e foram encontradas algumas bactérias. Retornamos após o resultado do exame para buscar o antibiótico prescrito. Não sei quanto daria a conta, mas não desembolsamos nem um real pelo atendimento.

Usando o seguro em Kuala Lumpur, Malásia

Mais uma vez minha filha foi quem precisou utilizar o seguro: queimou a perna na moto. O seguro foi mais uma vez acionado pelo whatsapp e recebemos o endereço da clínica onde deveríamos ir. Foi feito um curativo e passados alguns medicamentos. Além disso, precisamos voltar outras vezes para trocar o curativo nos primeiros dias. Em nenhum momento pagamos pelo atendimento, mas a cada ida, precisamos pedir ao seguro para autorizar o novo atendimento. Viajamos então para a Tailândia e ela ainda precisaria trocar o curativo depois de alguns dias.

Usando o seguro em Bangkok, Tailândia

Ainda pela queimadura sofrida na Malásia, precisamos ir ao hospital em Bangkok. Mais uma vez, acionamos o seguro e foi indicado o local onde deveríamos ir. Novamente não sei quanto custou o atendimento, mas foi o hospital mais lindo que eu já vi na vida. Parecia um hotel de luxo! rs Suspeito que não tenha sido nada barato. Dessa vez, precisamos pagar pela pomada que o médico indicou para casa (o seguro reembolsaria depois).

Usando o seguro em Koh Phi Phi, Tailândia

Sim, ainda tem mais. Minha filha mais uma vez passou mal por algo que comeu em Koh Phi Phi e precisamos acionar o seguro mais uma vez. Novamente foi encaminhada para uma clínica e reccebeu todo o tratamento necessário. Ela passou cerca de 24 horas em observação no hospital, tomando soro e medicamentos para melhorar. Mais uma vez não precisamos pagar nada pelo atendimento. Por curiosidade, pedi para olhar a fatura e vi que o atendimento havia custado aproximadamente 1.500 dólares. Eu não sei se eles aproveitam para cobrar mais caro dos seguros, mas sei que esse dinheiro teria feito uma grande falta se a gente não tivesse o seguro. Mais uma vez, precisamos pagar pelos medicamentos para casa (e solicitar o reembolso depois).

Preciso realmente contratar um seguro viagem para a Ásia?

Pela nossa experiência, sim! Olha, nossa filha sempre foi muito saudável e exceto as peraltices na ginástica, fomos com ela pouquíssimas vezes a hospitais em nossa cidade. E, ainda assim, em 3 meses ela precisou ir a 4 hospitais diferentes! Por isso, nós recomendamos fortemente um seguro para quem viaja à Ásia, embora ele não seja obrigatório. Acidentes são muito comuns entre turistas e a alimentação tem grandes chances de mexer com você!

Como escolher o seguro viagem para a Ásia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *