Geysers del Tatio – Passeios inesquecível no Deserto Atacama

Os Geysers del Tatio foram as últimas maravilhas que vimos no Atacama. Tanto as agências de turismo quanto os viajantes da blogosfera recomendam que este seja o último passeio que você faça no Atacama. Isso para que você possa se aclimatar, evitando o soroche e aproveitando cada segundo daquele lugar incrível. E olha, vale a pena esperar pra conhecer este campo geotérmico deslumbrante!

O passeio para os Geysers del Tatio começa bem cedo, a van foi nos buscar no hostel por volta das 04h30 da manhã. Ainda estava bem escuro quando nosso carro chegou (obviamente, já que era madrugada) e estava bem escuro quando chegamos lá. E frio, estava muuito frio. Na entrada dos Geysers tem um termômetro e quando chegamos lá, estava marcando -15C.

O interessante de ir tão cedo é pra poder apreciar os Geysers na sua melhor forma: temperatura do ambiente baixíssima e temperatura da água muito elevada. Ao longo do dia a temperatura vai subindo e a ficamos com a impressão de que os Geysers perdem a força.

Os Geysers vistos de longe

O campo onde ficam os Geysers é relativamente grande, nós chegamos andamos um pouquinho e depois o nosso guia preparou um café para forrarmos a barriga. Depois ficamos livres para explorar as redondezas sozinhos, mas sempre com MUITO CUIDADO para não nos aproximarmos demais dos poços e sofrer quaisquer tipos de acidentes.

Você tem a opção de levar roupa de banho e tomar banho nas águas termais, aproveitando o calor dentro da água e sentindo o friozinho do lado de fora. A estrutura para trocar de roupa é bem limitada, mas muita gente aproveita. Eu achei a água gelada e preferi não entrar.

Vestiário nos Geysers

Eu e meu marido andamos muito por lá, admirando os Geysers, a altura que eles alcançavam e observando as pessoas por ali.

Nem tava frio, magina!

O passeio tem hora pra acabar, assim que começa a esquentar não conseguimos ver os Geysers com tanta intensidade e os grupos começam a ir embora. Qual foi a minha surpresa ao ver a estrada durante o dia? Um cenário completamente encantador, fiquei muito admirada.

Como lidar com um caminho de volta tão lindo?

Paramos alguns minutos para visitar um povoado que vive do turismo e eu aproveitei pra tentar fazer amizade com uma Llama adorável. Não gostei muito que o dono a mantinha amarrada para fins comerciais, mas na hora da empolgação eu acabei indo lá tirar uma foto com ela.

A madame quer passar essa mamadeira pra cá??

Depois do povoado, continuamos seguindo o caminho de volta para San Pedro e fomos deixados de volta no hostel por volta das 14h. Foram horas incríveis de contemplação de um lugar maravilhoso! Super recomendo o passeio.

Esse lugar lindo existe, e é aqui na América do Sul

Dicas para o seu passeio

  • Evite consumir álcool e carne vermelha no dia anterior para tentar driblar o mal da altitude;
  • Abuse das camadas! O passeio começa num frio danado, mas durante o dia a temperatura sobe bastante;
  • Leve uma garrafa de água com você e lembre-se de tomar um gole de vez em quando;
  • Se for tomar banho, já vá com a roupa de banho por baixo;

Eu amei conhecer os Geysers del Tatio e tenho certeza que você também vai adorar. Tem alguma dica ou pergunta pra fazer pra gente? Deixa aqui nos comentários!

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *