O que fazer em Brumadinho e Inhotim – Guia Completo

Share on telegram
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Localizada no Vale do Paraopeba, Brumadinho possui belezas naturais, riquezas históricas e culturais – e fica a menos de 60km de Belo Horizonte. Desde 2006, a cidade orgulhosamente abriga o Instituto Inhotim, o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Mas a cidade entrega bem mais! Veja no nosso Guia Completo o que fazer em Brumadinho – e vá muito além de Inhotim!

Embora seja Inhotim que leve a maior parte dos turistas até Brumadinho, a cidade tem muito mais a oferecer. Fomos conhecer a cidade a convite da Nanda (*) e amamos!

Quer comida mineira gostosa? Brumadinho tem. Quer fazer trilhas e conhecer cachoeiras incríveis? Também tem. Quer se hospedar num chalé na montanha ou pular de parapente? Adivinhou, Brumadinho também tem!

NOTA Janeiro/2019: Estamos profundamente tristes com o ocorrido em Brumadinho em 25/01/2019 (leia no G1). 

NOTA Julho/2019: O turismo em Brumadinho já se encontra a todo vapor. Ao visitar a cidade, você ainda apoia famílias que estão se reestruturando após o desastre. #abracebrumadinho 

o que fazer em brumadinho
De boa na lagoa, em Brumadinho

Quando ir para Brumadinho

A estação seca em Brumadinho vai de Maio a Setembro e é também a estação mais fria. A temperatura média nessa época varia de 18 a 20 graus, mas espere mínimas de até 10 graus, especialmente em junho ou julho.
Embora chova um pouco mais, os meses de fevereiro a abril e outubro tem temperaturas mais agradáveis se você quer aproveitar as cachoeiras (média de 20 a 22 graus). Novembro a janeiro são os meses mais quentes e mais chuvosos.

Como chegar em Brumadinho

De ônibus

Para chegar em Brumadinho a partir de Belo Horizonte, você pode pegar os ônibus 3783, 3787 ou 3788, que passam na Praça 7 (Av Amazonas) – 5 min de caminhada da rodoviária. A passagem custa R$9,30 (preço de abril/2018) e o trajeto dura cerca de 2h.

É possível também pegar o ônibus da empresa Saritur, que sai dentro da rodoviária. O problema é que ele custa 3 vezes mais caro (R$27,00) e passa somente às 07, 11 e 15h (BH-Brumadinho) e retorna .

Se estiver chegando em algum voo a Belo Horizonte, é possível pegar o ônibus da empresa Unir, que liga os aeroportos de Confins ou Pampulha à rodoviária. Da rodoviária, vá até a praça 7 para pegar o ônibus.

De carro

Existem várias formas de se chegar a Brumadinho de carro. Se estiver indo para Casa Branca, o ideal é pegar a BR-356. Para ir direto ao centro, é melhor seguir via MG-040.

Onde ficar em Brumadinho

O ideal é dividir a sua estadia em Brumadinho em dois locais: Centro (de onde você parte pra visitar o Inhotim) e Casa Branca (para curtir as trilhas e cachoeiras).

Hospedagem na sede da cidade (próximo a Inhotim)

No Centro, eu fiquei no Hostel Moreira, com os queridíssimos Nanda e Gustavo. O hostel é rústico, tem um charme mineirês que fez a mineira aqui se sentir na casa da vovó. Nanda faz de tudo pra gente se sentir em casa mesmo e as conversas na mesa da cozinha são uma delícia! Ah, um café quentinho e gostoso está sempre disponível.

Quer reservar o Hostel Moreira?

Hospedagem em Casa Branca (pra curtir a natureza)

Em Casa Branca, passei uma noite no hostel Reduto das Artes, com a Paula – que também fez a gente se sentir super em casa! O lugar é um refúgio, com muito verde e borboletas no jardim, o café da manhã é uma delícia e o fogão a lenha um charme. É pra relaxar mesmo!

Os dois hosteis que fiquei tem tanto quartos compartilhados como privativos.

Não curte a vibe de ficar em hosteis? Brumadinho tem hospedagem para todos os bolsos.

Quantos dias ficar em Brumadinho

O mínimo que recomendo são 3 noites, pois há muito o que fazer em Brumadinho e sua região. Com dois dias livres, reserve um dia inteiro para curtir Inhotim e o outro para escolher entre alguma das atrações abaixo. Melhor ainda se você puder ficar 4 noites: divida duas noites na sede de Brumadinho e outras duas em Casa Branca.

Nós estivemos na cidade por 4 dias e deixamos de fora muitas atrações que adoraríamos ter feito!

Dá pra fazer bate-e-volta de Belo Horizonte para visitar Inhotim?

De carro, até dá. Mas lembre-se que Inhotim é um passeio cansativo e de um dia inteiro. Sim, da hora que abre até a hora que fecha e não dá pra ver tudo. E você ainda vai perder a oportunidade de explorar essa região serrana do ladinho da capital.

O que fazer em Brumadinho

Brumadinho tem atrações para todos os gostos: de amantes de artes a loucos por trilhas, de atividades em família a saltos de parapente. A cidade vai muito além do seu centro e tem mais de 600km², entre área urbana, vilarejos e serras. Todos os meus passeios foram organizados pelo Hostel Moreira, que agendou tudo e contactou os parceiros.

Instituto Inhotim

Certamente a atração principal, uma mistura de jardim botânico com museu de arte contemporânea. Fizemos a visita com um guia, o que foi excelente, pois conseguimos visitar (e compreender) a maior parte das atrações. Certamente sozinhos teríamos perdido bastante tempo tentando localizar as atrações.

Para visitar, reserve no mínimo 1 dia inteirinho e separe mais 1 se fizer questão de conhecer tudo. É enorme! Em 2010, meu marido esteve por lá e escreveu esse post sobre a visita dele ao Instituto Inhotim.

Super recomendo o Gabriel do Turismo Brumadinho, que foi nosso guia,. O Gabriel conhece tuuuuuudo lá dentro, já trabalhou dentro do Inhotim e hoje faz visitas guiadas. Caso ele não esteja disponível, o irmão dele também é guia na região, o Thiago do Turismo Rural Brumadinho.

Aula de Yoga ao por-do-sol

A aula acontece na pedra do morcego, local que tem uma vista incrível da região. É ideal para combinar com a visita ao Inhotim! Pode parecer loucura fazer uma aula de Yoga depois de caminhar um dia inteiro, mas pode acreditar que é uma aula suuuuuper relaxante.

Quem organiza essa aula revitalizante é a Natália, do De Rolê por Brumadinho. Todas fotos da yoga foram tiradas pela queridíssima fotógrafa e filmmaker Bruna, enquanto eu relaxava na aula.

Piedade do Paraobepa: Restaurante Rancho do Peixe + Igrejinha de Paraopeba + Cachoeira dos carrapatos

Fizemos esse passeio de carro e foi uma ótima oportunidade de conhecer a região fora do centro da cidade. Piedade do Paraopeba é um vilarejo simples e cheio de charme, que retrata o jeito mineiro de ser.
Nossa primeira parada foi o Rancho do Peixe, uma fazendinha super aconchegante, onde comemos delícias mineiras!

Rancho do peixe - brumadinho

De lá, demos ainda uma passada na fazenda do seu Alípio – que fabrica cachaça e derivados do leite (o doce de leite dele é imperdível!).

Depois, seguimos para a Igreja de Nossa Senhora da Piedade, com seu interior de madeira e datada de 1713, mas que precisa de atenção e reparos urgentes. Ali pertinho, fizemos uma trilha super fácil e chegamos à Cachoeira do Carrapato. Aproveitamos para refrescar um pouquinho (sem carrapatos, pode ir tranquilo!). Terminamos o dia chegando no distrito de Casa Branca, onde passamos a noite.

Casa Branca

Esse é o distrito mais conhecido da região, o local que levava as pessoas a Brumadinho antes de Inhotim existir. Casa Branca é aquele vilarejo de montanha, chão de cascalho ou paralelepípedos, com a natureza ao seu redor. Fizemos uma trilha de cerca de 1h até o Poço Encantado (que água gostosa!) e depois almoçamos no centrinho do povoado.

Infelizmente, o dia em que estivemos lá estava fechado o espaço Verde Folhas, um local para praticar arborismo, tirolesas, rapel e outras atividades de aventuras.

Nossa visita a Piedade do Paraopeba e Casa Branca foi guiada pela Stefani, que também organiza o PubCrawl em Brumadinho.

Outras opções de atrações e lazer em Brumadinho

  • Cachoeiras: Usina, Jangada, Ostra
  • Parque Estadual do Rola Moça
  • Mirante do Topo do Mundo
  • Visita às famílias quilombolas
  • Degustação de cervejas artesanais
  • Serra da Moeda
  • Clube de Voo Livre
  • Templo Budista
  • Pub Crawl

(Algumas atividades são organizadas pelo De Rolê por Brumadinho)

Dá pra combinar Brumadinho, Inhotim e outras cidades mineiras?

Com certeza! E se estiver de carro, fica ainda mais fácil!

congonhas/mg
Tem mais dias na região? Vá conhecer minha cidade natal, Congonhas/MG

Se você tem pelo menos uma semana , você consegue combinar com uma passagem pela minha cidade natal, Congonhas/MG, e esticar a Ouro Preto e Mariana.

Com 10 a 15 dias, você consegue fechar o circuito das principais cidades históricas: São João del Rei, Tiradentes, Congonhas, Ouro Preto e Mariana. Incluindo Belo Horizonte e Brumadinho, o circuito tem cerca de 600km.

Rota das principais cidades históricas de Minas Gerais

Vale a pena visitar Brumadinho?

Siiiiiim! Inhotim é um museu maravilhoso, mas Brumadinho vai muito além. Um lugar recomendado para quem quer curtir o estilo de vida do interior de Minas e conhecer um pouquinho das serras da região.

Aula de yoga no sunset - pós inhotim

Agora que você já saber o que fazer em Brumadinho, conta pra gente: qual atração você vai incluir para combinar com sua visita ao Inhotim?

Viajamos a Brumadinho a convite do Hostel Moreira. Agradecemos aos parceiros Hostel Moreira, Hostel Reduto das Artes, De Rolê por Brumadinho, Restaurante Rancho do Peixe e Turismo Brumadinho pelas cortesias de hospedagem, passeios guiados, aula de Yoga e almoço, mas destacamos a nossos leitores que os relatos contém nossa sincera opinião.  😉

Procurando companhia para Viajar? #PartiuEgito

Estamos com vagas abertas para nossa VIAGEM EM GRUPO PARA O EGITO que vai acontecer de 12 a 23/10/2021.

Clique no botão abaixo e sabia mais sobre essa viagem incrível.

Curtiu nossas dicas?

Dê aquela forcinha ao nosso trabalho!
Ao fazer uma reserva nos sites que indicamos, ganhamos uma pequena comissão que nos incentiva a continuar produzindo tanto conteúdo gratuito e de qualidade. Ah! E você não paga nem um centavinho a mais por isso.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site armazena informações de forma anônima para melhorar sua navegação.
Para saber mais sobre como tratamos seus dados, consulte nossa Política de Privacidade.