Vou sair de férias – onde deixar meu pet?

Quando estávamos comprando nossas passagens para as férias, vimos uma opção no site da Gol chamada Pet na cabine. Foi quando nos demos conta que esta seria nossa primeira viagem juntos desde que adotamos nossa princesinha Leia. O que fazer quando precisamos viajar e temos bichinhos de estimação?

Bom, racionalmente, neste tipo de situação temos duas opções: levar o cachorro ou deixar o cachorro. O coração bateu forte pela opção pet na cabine e decidimos investigar o que seria preciso para levar a Leia com a gente durante as férias.

Como levar seu cachorro, gato ou outro animal de estimação para a viagem

Posso levar meu animal de estimação na cabine do avião?

Pet na cabine é o serviço da Gol que permite levar seu bichinho de estimação no avião com mais comodidade, e perto de você o tempo todo. O serviço custa R$200 para voos nacionas e R$400 para voos internacionais.

São permitidos cães e gatos em todos os voos domésticos e internacionais operados pela GOL, obedecendo as seguintes regras:

  • O animal deve ter no mínimo 4 meses de vida.
  • O peso máximo para transporte na cabine é de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel).
  • O animal deve ser transportado em um kennel confortável, onde dê para ele se mover, mudar de posição, dar a volta em torno de si e tombar para o lado.
Medidas permitidas para o Kennel nos voos da Gol.

A LATAM tem um serviço parecido (porém sem um nome descolado). O serviço é limitado a cabine Economy dos aviões Airbus 319, 320, 321, 350 e Boeing 777. Em trechos nacionais a LATAM cobra R$200 reais pelo serviço e em trechos internacionas o valor varia entre USD45 a USD 250.

As regras para seu pet voar na cabine da LATAM são:

  • O peso máximo do animal de estimação não pode ser superior a 7 kg, incluindo o kennel.
  • O kennel não deve possuir rodas e deve caber sob o assento dianteiro do passageiro.
  • É importante que o kennel tenha ventilação adequada e possua uma trava que garanta que seu animal de estimação não sairá durante o voo.
  • O animal de estimação deve ter espaço suficiente para para ficar em pé, se mover e dar uma volta em torno de si dentro do kennel.
  • É permitido somente um animal por kennel.
  • O animal de estimação pode embarcar na cabine com um kennel rígido ou flexível, de acordo com as dimensões abaixo:
Medidas permitidas para o kennel nos voos da LATAM

Como levar seu pet no compartimento de cargas

Cães e gatos maiores que o tamanho permitido na cabine devem ser transportados no compartimento de cargas da aeronave.

Os preços praticados variam de acordo com a companhia aérea e o trecho. Na Gol, os trechos nacionais custam R$500 e os internacionais R$650. Já na LATAM, os preços variam de acordo com o peso do pet e chegam a custar até R$900 para voos nacionais e USD300 para voos internacionais.

Documentação necessária para viajar com animal de estimação

Além disso, precisamos estar atentos a documentação necessária para viajar com o pet. Não importa se ele vai no compartimento de carga, ou na cabine. A documentação é obrigatória.

Voos nacionais

Voos internacionais

Nós consideramos que 10 dias não era um tempo que valesse o esforço e os gastos – além do trauma que poderíamos causar na bichinha – de encarar uma viagem. Portanto, partimos para outras opções.

Deixar o pet com amigos ou familiares

Esta foi uma alternativa que logo descartamos. A maior parte dos nossos amigos mora em apartamento, ou não tem um animal de estimação. A Leia foi acostumada com quintal a vida inteira e não tem o melhor comportamento dentro de casa – se é que vocês me entendem. Nós não deixamos ela dentro da casa sem supervisão, e isso poderia gerar algum incomodo para as pessoas. Enfim, não gostamos de abusar e fomos buscar outras possibilidades.

Encontrar um anfitrião na plataforma Dog Hero

Logo lembramos de ter visto alguns posts sobre a plataforma Dog Hero. É uma espécie de couch surfing para animais. No site, ou no aplicativo, podemos fazer uma busca por anfitriões nas proximidades do nosso endereço, ler seus perfis, ver fotos das residências e as avaliações de outros clientes que hospederam seus pets com eles.

A plataforma disponibiliza um chat para que possamos contactar os anfitriões que mais gostamos e para marcar um pré-encontro antes de fechar a reserva. Desta forma, podemos conhecer a residência e conversar frente a frente. Se tudo correr bem, é só fazer a reserva através do site ou aplicativo. O pagamento é feito pela plataforma com cartão de crédito ou boleto.

O que achei interessante no Dog Hero é a cobertura de até R$5 mil reais em gastos com saúde caso aconteça algum tipo de incidente (Deus nos livre!) e do comprometimento dos anfitriões em mandar fotos e vídeos do pet com frequencia.

Hotéis para cachorro

Em paralelo as pesquisas no Dog Hero, também buscamos alguns hotéis para animais aqui pela cidade. Eu nunca tinha pesquisado hotel pra cachorro na vida e confesso: os pets estão melhores que a gente!

Ficamos encantados com um dos espaços que conhecemos. Além de ter uma área grande, cheia de grama, brinquedos e um cantinho especial pra Leinha dormir, ela também vai poder socializar com outros cãezinhos por lá. Estamos bem felizes com a nossa decisão, mas com o coração um pouco apertado por passar tanto tempo longe da neném.

Eu dizia que nunca ia ser mãe de pet e hoje estou aqui, pagando hotel pra cachorro!

Merece todo amor do mundo, sim ou claro?

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *