Planejamento de viagem – Como escolher um bom hotel?

onde se hospedar

Encontrar o lugar ideal para se hospedar vai exigir tanta dedicação quanto qualquer outra etapa do planejamento. Isso porque só quem procura, acha! Existem inúmeras alternativas para você encontrar a hospedagem que te agrade e que caiba no seu bolso e nós vamos te ajudar a tomar essa decisão “sem medo de ser feliz”. Pode ser que você só queira encontrar um bom hotel a um preço acessível ou se aventurar em novas descobertas no quesito hospedagem. Não importa o que você procura, a gente te ajuda a encontrar. Veja o nosso guia para decidir onde se hospedar – e não se arrepender depois!

Reserva de hotéis – Saiba como escolher o hotel ideal

Para encontrar a oferta ideal e fazer uma reserva de hotel que seja vantajosa, é preciso definir primeiro o que é importante para você. Nem todo mundo quer somente encontrar um hotel barato. As exigências mudam de pessoa para pessoa e de viagem para viagem.

Planejamento de viagem - Como escolher um bom hotel?
De quanto luxo você precisa na hora e se hospedar?

Defina o que é a reserva de hotel ideal para você

Para definir o que é o seu hotel ideal você pode utilizar os critérios abaixo para refletir. Ou então, crie uma lista própria de critérios e deixe-a anotada em algum lugar para consultar sempre que for escolher uma hospedagem.

  • Quanto estou disposto a pagar com hospedagem nessa viagem?
  • Quantas horas por dia eu pretendo ficar dentro do hotel?
  • Do que eu não abro mão? Ex.: Wifi, chuveiro elétrico, banheiro individual, etc.
  • Preciso estar próximo dos pontos turísticos ou tenho tempo na cidade suficiente para me afastar um pouco e pagar mais barato?
  • Como pretendo me locomover na cidade? O hotel precisa ser perto de pontos de transporte público?
  • Qual a privacidade desejo ter?
  • Estou carregando itens de valor que ficarão no quarto quando eu sair?

Faça uma busca e anote os resultados

Sabendo antecipadamente o que é importante para você, comece a fazer as buscas. Vá anotando os resultados que for encontrando e assim poder comparar as opções. Anote preços, pontos positivos e negativos, localização, links onde encontrou, etc. Minha recomendação é que você dedique pelo menos 2 a 3 horas pesquisando, seguindo as dicas abaixo:

  1. Pesquise em sites de rastreamento de preços, como Expedia e Kayak. Esses sites rastreiam a internet em busca de preços em diversos outros sites e podem encontrar grandes ofertas.
  2. Pesquise no Booking, dando preferência à “Oferta Esperta” ou “Oferta Inteligente”. Se virar cliente fidelidade “Genius“, você ainda pode ter 10% de desconto adicional.
  3. Pesquise por hotéis no Priceline (em Inglês). Tente também as ofertas do “Express Deal”. (obs.: O Priceline também possui uma outra forma de hospedagem chamada “Name your own price” ou “Dê o seu próprio preço”. Ao invés de escolher o hotel e ver quanto custa, você diz quanto quer pagar e eles procuram o hotel que aceite a sua reserva, dentro das características que você definir. Mas, atenção: Se a oferta for aceita por algum hotel, seu cartão já será debitado e não será possível cancelar a reserva).
  4. Se for uma viagem de última hora, dê uma checada também no Lastminute (também em Inglês), uma agência especializada nesse tipo de viagem. Muitas vezes é possível até encontrar tickets para concertos que já se esgotaram em outros sites.

Compare! Tá caro ou tá barato?

Depois de realizar a busca acima e ter um comparativo dos hotéis que você gostou, é hora de ter uma ideia de saber se o preço está adequado para o que ele oferece. Vale lembrar que nossa percepção costuma ser baseada nas viagens que já fizemos anteriormente, mas preços podem variar muito de cidade para cidade. Por exemplo, a média de preços para um hotel econômico em Belém é R$100,00, enquanto em Dubai é R$170,00. Mas como descobrir se o preço está barato ou caro para a região antes e fazer a reserva dos hotéis?

  • Dê uma olhada no preço médio na cidade, através do site Quanto Custa Viajar.
  • Use o que chamo de “Índice IBIS”. Pesquise o preço do Ibis mais próximo da região onde você quer se hospedar e compare “Esse hotel oferece algo a mais que o quarto padrão IBIS? Inclui café da manhã?”. Se o hotel oferecer menos, não há porque cobrar mais. Lembre-se que o preço do IBIS varia de unidade para unidade, tendo preços diferentes inclusive na mesma cidade.
  • Ligue para uma agência de viagem da sua região e pergunte se ela trabalha com o hotel escolhido e quais os valores que eles estão praticando. Você pode ser sincero e dizer que já pesquisou na internet e encontrou tarifa X. Para ganhar o cliente, algumas agências conseguem cobrir o valor, diminuindo as margens de lucro. O legal de usar uma boa agência é que você poderá contar com a assistência deles no caso de qualquer alteração da hospedagem.
  • Pesquise os preços praticados diretamente nos sites dos hotéis que você escolher. Às vezes a oferta anunciada não é bem uma oferta. Como os sites normalmente ganham comissão, pode haver uma taxa extra (obs.: O Booking garante que cobre qualquer oferta, desde que a reserva seja nas mesmas condições. Vale a pena verificar a Política deles.)
  • Se o idioma não for uma barreira, ligue para o hotel escolhido, especialmente se for reservar mais de um quarto ou por longos períodos. Muitas vezes o gerente pode conceder desconto. Pechinche!
Planejamento de viagem - Como escolher um bom hotel?
Não sabe se achou um hotel barato? Use o “Índice IBIS” para comparar.

E se eu não quiser hotel? Alternativas que vieram pra ficar

Viajantes menos tradicionais têm buscado cada vez mais alternativas para  fugir dos altos preços praticados pelos hotéis. Afinal, se pagamos menos na hospedagem, podemos viajar mais! 🙂 Tem alternativas para todos os bolsos, inclusive para aqueles que não querem desembolsar nada! Sim, isso é possível e mais comum do que muita gente imagina.

Como se hospedar pagando pouco

Alugar um imóvel por temporada

Alugar uma casa ou apartamento por temporada pode ser muito vantajoso no caso de grupos grandes ou quando se fica muitos dias num local. O processo tem ficado mais fácil a cada dia, pois é possível reservar online e com segurança. A alternativa mais conhecida atualmente é o AirBnB, que chegou com tudo no Brasil.

Qualquer pessoa pode colocar um anúncio de imóvel no AirBnb. Aliás, eu mesma já anunciei meu apartamento no período de final de ano e vou dizer que a procura foi muito maior que eu esperava. O Booking também oferece algumas opções de apartamentos, basta escolher o tipo de propriedade depois de buscar pela cidade.

  • Booking e AirBnb são minhas escolhas número 1 quando quero reservar hospedagem! #ficadica

Eu já fiquei hospedada em um apartamento em Marrakech com 6 amigos pelo Booking (não está mais disponível) e também em um apartamento no Rio de Janeiro e outro em São Paulo, somente com o marido, pelo AirBnb. Todas as minhas experiências foram agradabilíssimas.

Quer experimentar o AirBnb?

Como se hospedar de graça

Hospedar-se na casa de outro viajante

Quem não conhece o couchsurfing, tá perdendo uma excelente oportunidade. Não apenas de hospedar-se na casa de outros viajantes gratuitamente, mas também de conhecer pessoas ao redor do mundo e receber dicas de um nativo. Pelo couchsurfing eu já hospedei gratuitamente uma americana, uma espanhola que morava em Londres, um alemão, um casal de uma russa e um alemão e uma brasileira. Que eu lembre. Também já me hospedei com uma uruguaia em Montevideo e com uma chilena em Birminghan (UK). O mais legal de ficar com os locais são as dicas preciosas que só quem mora na cidade é capaz de oferecer!

Trocar de casa com um estranho

Essa pode parecer uma ideia maluca, especialmente para nós, brasileiros sempre desconfiados. Mas a troca de casas tem feito muito sucesso ao redor do mundo. Funciona mais ou menos assim, você oferece sua casa para alguém ficar. Com isso ganha um “crédito”, que pode ser usado para você se hospedar em algum lugar do mundo onde haja alguém associado. Em alguns casos, pode-se exigir que a troca seja simultânea. Apesar de a hospedagem ser gratuita, é necessário pagar a associação ao site, anualmente. O mais conhecido é o TrocaCasa.

Oferecer-se como petsitter 

Se você é louco por animais e não pode ter o seu, vai curtir muito essa ideia! Hospede-se na casa de alguém enquanto o dono sai de férias e cuide do animal de estimação! É isso mesmo, os donos vão viajar e te entregam as chaves da casa com um “manual de instruções” do bichinho: quantas vezes por dia ele precisa comer, sair pra passear, essas coisas. O grande legal desse esquema é que normalmente as pessoas viajam nas férias e feriados, então é hospedagem gratuita em plena alta temporada!

Planejamento de viagem - Como escolher um bom hotel?
Que acha de cuidar de um animal de estimação em troca de hospedagem?

Normalmente, os donos marcam uma reunião antes, via Skype, para que você possa se apresentar e assim eles decidem se irão aceitar ou não. Eles também irão te apresentar o animal (que pode ser desde um cachorrinho até vacas e ovelhas) e dizer qual a rotina que esperam. Isso é ótimo porque assim você já sabe se pode ou não adaptar sua viagem. Da mesma forma que a troca de casas, também é necessário pagar uma anuidade para participar do site. Uma vez paga a anuidade, não se paga nada a cada reserva.

Eu já fiquei hospedada pelo Trusted Housesitters duas vezes e as experiências foram incríveis. Existem outros, mas esse é um dos poucos que te permitem ver as ofertas antes de se associar.

Trabalhar em troca de hospedagem

Você sabia que existem diversos hosteis ao redor do mundo que te permitem dormir gratuitamente por algumas horas de trabalho por semana? O site e  Worldpackers te dá uma mãozinha na hora de encontrar vários!

Em troca de atividades como trabalhar na recepção, promover o hostel nas redes sociais, ser o fotógrafo do hostel ou faz. Normalmente, é exigido conhecimento de Inglês (que pode ser básico, dependendo da posição) e hospedagem mínima de 2 semanas. A carga horária semanal varia, algo entre 16 e 24 horas por semana, com direito a alguns dias de folga.

Os sites Workaway  e HelpX são bem similares, mas oferecem vagas para outros tipos de trabalho, como cuidar da casa, das crianças ou da fazenda. Eu fiquei hospedada pelo Workaway em 3 cidades diferentes e a experiência foi bem legal!

Como minimizar possíveis problemas com sua escolha

Às vezes nos empolgamos tanto com aquela mega oferta que encontramos, que esquecemos de dar uma olhada nas letras miúdas e acabamos nos arrependendo da escolha depois. Seguem algumas recomendações do que NÃO esquecer de olhar:

  • Verifique se o local fornece sabonete, toalhas e roupa de cama, especialmente no caso de hostels e casa de outras pessoas.
  • Se for chegar tarde da noite ou muito cedo, verifique se a recepção é 24h ou se você terá uma chave para entrar.
  • Cheque se o banheiro é individual ou compartilhado.
  • Verifique se existe transporte público perto e se ele atende a região que você pretende visitar.
  • Verifique a existência de taxas não incluídas na reserva e que deverão ser pagas diretamente no local.
  • Leia os comentários de outros viajantes no site da reserva ou em sites especializados, como Tripadvisor e Booking. Não olhe somente as estrelas, leia todo o comentário e filtre somente o que é relevante pra você. Às vezes a pessoa faz uma avaliação negativa porque o berço disponibilizado para o bebê era desconfortável, mas diz que todo o restante era perfeito. Você vai viajar com um bebê também? Verifique qual a sua expectativa e se os comentários fariam você se decepcionar.
  • Verifique como é a política de cancelamento. A gente nunca sabe se vai acontecer uma emergência e teremos que cancelar. O ruim é pagar super barato e não saber que perde todo o valor ao cancelar. Faça escolhas conscientes!
  • Vai levar computadores, câmeras e outros itens de valor? Veja se o local disponibiliza cofre  ou armário (e saiba como operá-lo hahaha).
  • Vai estar de carro? O local disponibiliza estacionamento? É gratuito ou pago? Quanto custa? Se não há estacionamento, onde posso deixar o carro? Quanto vai custar?
  • Como é a região? É segura? Qual seu limite? Veja em sites e blogs de viagens e no TripAdvisor as recomendações de outros viajantes. Ouvir quem já teve lá é sempre útil e pode nos poupar de grandes roubadas.

A escolha do local para se hospedar pode garantir o sucesso ou atrapalhar sua experiência em uma cidade. Faça muito bem o dever de casa!

Quer ajuda para escolher sua hospedagem?

Planejamento de viagem - Como escolher um bom hotel?

3 comments

  1. Eu sempre pesquiso pelo booking, para ter uma noção do que quero e ver as fotos, porém, eu também sempre entro no site do hotel. Muitas vezes eles dão descontos de antecedência, ou descontos por estar fazendo a reserva pelo site. Por duas vezes consegui diárias mais baratas assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *