fbpx

Taj Mahal na Índia: como visitar e curiosidades dessa Maravilha do mundo moderno

“Foi a mais linda história de amor…” já diz o músico Jorge Ben Jor. O sol ainda nem raiou, você vai se aproximando do complexo do Taj Mahal ainda sob o frio da madrugada, o coração vai acelerando de emoção, Você começa a cantarolar a música na sua cabeça, e… é impossível mostrar em palavras a grandeza desse lugar “mágico”.

Nos últimos dois anos estive apenas três vezes no Taj Mahal. Um arrepio percorreu em mim todas essas vezes. Como pode alguém construir algo tão majestoso séculos atrás? Se parar pra analisar na complexidade, na beleza, nos motivos e nas lendas… difícil não ficar boquiaberto.

Casal em frente ao Taj Mahal
Já conhece nossos grupos de WhatsApp? Clique aqui e entre nos grupos.

Nesse post, vou mostrar pra vocês quanto custa o ingresso, qual o roteiro a ser seguido dentro do complexo, dicas de guias, dicas de fotografia e onde ficar hospedado na cidade de Agra.

Dicas para visitar o Taj Mahal

Para os viajantes independentes, ou até mesmo para quem está indo acompanhado de guias, vou deixar aqui algumas dicas para você ter ótimas experiências dentro do complexo além de dicas de fotografia.

Melhor horário para visitar o Taj Mahal

Uma pesquisa que inventei entre os viajantes amigos, 90% falam que o melhor horário é chegar lá bem cedinho. Das vezes que eu fui, marquei meu transporte para o horário das 5h30 da manhã e não me arrependi nenhuma vez. Não esqueça de já deixar agendado no dia anterior o seu transporte até o Taj Mahal.

Pandica: Não se esqueça que o Taj Mahal é fechado a visitações turísticas às sextas-feiras.

O que levar para o Taj Mahal

Muito cuidado aqui! Vou listar aqui os únicos itens que são permitidos entrar no Taj Mahal:

  • Celular
  • Dinheiro
  • Passaporte
  • Óculos
  • Boné
  • Bolsa ou mochila (mas cuidado para não ter deixado nenhum item desapercebido dentro da mochila)
  • Câmera fotográfica
  • Água (Não obrigatório. Vai ganhar uma água quando comprar o ticket).

O complexo possui uma minuciosa revista dos turistas. Qualquer item diferente disso, você pode ter que descartar ou voltar e deixar em algum lugar para não perder o item.

Pandica: O que NÃO levar: batom, itens comestíveis, chiclete, tripé, pau de selfie, bandeiras,… tente levar no máximo os itens mencionados na lista anterior.

Chegando no Taj Mahal

Se você estiver um pouco afastado do Taj Mahal (assim como eu fiquei), pegue um tuk tuk (custo entre 100-200 rúpias) do seu hotel até as proximidades do Taj Mahal. Infelizmente não é permitido o tuk tuk te deixar lá pertinho, você ainda ficará uns 1.000 metros de distância da entrada. As opções do ponto que o tuk tuk te deixar até a entrada vai ser: caminhando, bicicleta (100-200 rúpias) ou carrinho motorizado do complexo (geralmente utilizado por maior idade ou deficientes. Uma gorjeta de 100 inr).

Quanto custa o ingresso para o Taj Mahal?

Assim que estiver se aproximando do complexo, você encontrará o escritório onde poderá comprar seu ingresso para o Taj Mahal. Tem fila para quem vai comprar em dinheiro e fila para pagamento no cartão de crédito. O valor do ingresso custa 1.300 rúpias (65 reais aproximadamente).

Uma outra opção que utilizei na minha última viagem foi comprar o ticket online. Você recebe o voucher por e-mail. Quando chegar na bilheteria, você apresenta o voucher no celular ou impresso para receber o protetor dos pés e uma água. Depois é só aproveitar o complexo do Taj Mahal.

Pandica: Se você estiver levando uma bolsa ou mochila, coloque a água dentro. Se você NÃO estiver levando bolsa ou mochila, desapegue-se da água. Vai ser um pouco ruim ficar carregando uma garrafinha de água o passeio inteiro.

Guias e fotógrafos no Taj Mahal

PANDICA logo de primeira! Uma PANDICA lei para todos os viajantes em QUALQUER LUGAR DO MUNDO: NUNCA! NUNCA MESMO! NUNCA inicie um serviço sem combinar o valor antes. Geralmente os prestadores de serviços começam oferecendo ajuda pra você e no final querem cobrar uma pequena fortuna pela humilde ajuda.

No Taj Mahal serão oferecidos dois trabalhos pra você: guia e fotógrafo.

Para guia, eles oferecem um valor inicial de 1.000 rúpias (50 reais) mas no final pode ser negociado por 500 rúpias (25 reais). Além do conhecimento das histórias e lendas do Taj Mahal, muito deles já sabem os melhores locais para fotografia. Então, minha pandica aqui é você aceitar um guia-fotógrafo para você não perder tempo e ter as melhores fotos.

Também é oferecido o serviço de fotografia com câmera profissionais. Você pode combinar um valor fixo por todas as fotos digitais ou um valor impresso por foto (100-200 rúpias por foto impressa).

Minha opinião sobre os serviços de guia e fotografia: pra mim, VALE A PENA. Você ter fotos profissionais num dos locais mais lindos do mundo. Fotos além de selfies ou registradas por turistas que cortam seus pés ou cabeça ou enquadramento ruim. Aqui, acho um investimento que vale cada rúpia!

Você já tirou o seu visto online? Clique aqui e veja o passo-a-passo.

#Pandica de fotografia no Taj Mahal

Uma outra dica de fotografia aqui é a seguinte: no prédio da casa de hóspedes que fica do lado direito de quem entra ao Taj Mahal, você vai encontrar várias arquiteturas que vão virar molduras para suas fotos. Lá também você vai encontrar indianos querendo te ajudar com as melhores dicas de fotografia. Uma gorjeta entre 100 e 500 rúpias é recomendada para as dicas com as melhores fotos que você vai ter nessa viagem.

Roteiro por dentro do Taj Mahal

No mapa indexado tem minha sugestão de roteiro por dentro do complexo.

Caminho a percorrer pelo Taj Mahal

Melhores pontos para ver o pôr-do-sol do Taj Mahal

Fui em dois pontos para ver pôr-do-sol com o Taj Mahal ao fundo:

  • 1º Ponto: Do mesmo lado do Taj Mahal pelo lado direito do complexo conforme marcado no mapa.
  • 2º Ponto: Do outro lado do Rio Yamuna onde ficaria localizado o Taj Mahal Negro.

Os dois pontos são bem legais e tenho até dúvidas de qual dos dois pontos é o mais legal. Vou deixar uma foto de cada lado e daí você decide qual dos dois você prefere. Combinado?

Taj Mahal – Agra – Índia

Taj Mahal é um mausoléu construído pelo Príncipe Shah Jahan para sua princesa Mumtaz Mahal. Pandica: escute a música do Jorge Ben Jor novamente e vai ser difícil esquecer o nome deles. Rs

Onde fica o Taj Mahal?

O Taj Mahal fica na Índia, na cidade de Agra a 200km de Delhi (capital do país).

Taj Mahal, uma das 7 maravilhas do mundo moderno?

Em 2007 saiu o resultado de uma votação mundial onde o Taj Mahal foi considerado uma das 7 maravilhas do mundo atual.

Qual a história do Taj Mahal?

O Taj Mahal foi construído entre 1632 e 1653 com a força de 20 mil homens para homenagear sua esposa. O Taj Mahal é considerado uma das mais lindas histórias de amor do mundo.

Curiosidades do Taj Mahal:

  • O Taj Mahal é de origem muçulmana
  • Os muçulmanos rezam 5 vezes ao dia.
  • Perdia-se muito tempo no deslocamento dos operários até a mesquita mais próxima
  • Pra evitar esse desperdício de deslocamento, o príncipe construiu uma Mesquista ao lado do Taj Mahal
  • O Taj Mahal possui uma perfeita e impressionante simetria
  • Diz-se que o único caso de assimetria do Mausoléu é o túmulo do príncipe que fica ao lado do túmulo da sua amada
  • Os minaretes são levemente inclinados para fora do Taj Mahal. Prevendo um possível terremoto, os minaretes cairiam para fora do Mausoléu evitando danos à parte principal.
  • O Taj Mahal é construído de mármore branco oriundo do interior do rajastão
  • Os blocos de mármores eram transportados por elefantes por mais de 300km de distância
  • Incrustados ao mármore do Taj Mahal, pedras preciosas e semi-preciosas formam a bela arquitetura das suas paredes
  • Em preto, foram incrustados palavras do alcorão (livro sagrado islâmico)
  • Diz-se que o príncipe mandou cortar a mão de todos os trabalhadores para que não houvesse nenhuma outra obra no mundo parecida com o Taj Mahal
  • Do outro lado do Rio Yamuna, dizem que o príncipe queria construir um Taj Mahal de mármore preto que seria o seu Mausoléu.
  • O filho do príncipe Shah Jahan prendeu o pai achando-o louco por gastar tanto dinheiro em mais uma obra.
  • O filho prendeu o pai por 7 anos numa das dependências do Forte de Agra, olhando o Taj Mahal por uma janela até sua morte.

Onde se hospedar próximo ao Taj Mahal?

Fiquei hospedado em dois hotéis diferentes em Agra e todos são bem próximos um do outro. Também uma sugestão de hotel 4 estrelas onde clientes ficaram hospedados.

Conclusão

Como eu disse anteriormente, esse local sempre me emociona. Por mais que eu veja e reveja minhas fotos do Taj Mahal, nunca vou conseguir expressar o tanto de energia que esse local transmite. Seja pela sua complexidade, beleza, simetria ou pelas histórias e lendas.

Desejo que você tenhas as melhores experiências possíveis por esse país incrível e não deixe de acompanhar nossa agenda de viagens em grupo.

Previsão da próxima viagem em grupo será em outubro de 2020. Ative as notificações do nosso Instagram do Inda Vou Lá para acompanhar as novidades e lançamentos das viagens em grupo.

Grupo do Inda Vou Lá na Índia

Deixe seu comentário, dicas e gratidão do Taj Mahal aqui embaixo pra gente. Combinado? Namastê e um abraço do Panda.

Monte sua viagem com nossos parceiros!
➥ Encontre as PASSAGENS aéreas mais baratas
➥ Reserve seu HOTEL com cancelamento gratuito
➥ Encontre o melhor SEGURO VIAGEM e parcele em até 6 vezes sem juros
➥ Compre ingressos e passeios com segurança
➥ Alugue CARRO sem pagar IOF
* Compromisso de transparência: Reservando qualquer serviço através de nossos parceiros, o blog recebe uma pequena comissão. Assim, conseguimos manter o blog no ar e continuamos a compartilhar as melhores experiências com nossos leitores!

José Panda

José Panda é engenheiro "elétrico" aposentado com especialização em Gerenciamento de Projetos. Nascido, criado e estudado em São Luís do Maranhão. Apaixonado por viagens, fotografia e finanças pessoais. Realizou a primeira volta ao mundo em 2017 e planeja a próxima volta ao mundo em 2021.

5 thoughts on “Taj Mahal na Índia: como visitar e curiosidades dessa Maravilha do mundo moderno

  • dezembro 9, 2019 em 3:52 pm
    Permalink

    Olá, José! Sempre gosto de ler seus comentários, muito esclarecedores e objetivos.
    No Taj não é permitido nem entrar com o “pau de selfie”?
    Obrigado!

    Resposta
    • dezembro 9, 2019 em 3:53 pm
      Permalink

      Nem pau de selfie. Vou acrescentar essa informação!

      Resposta
  • dezembro 9, 2019 em 7:18 pm
    Permalink

    Oi! Tenho duas dicas, uma é que pela entrada leste a fila é beeem menor e o tuktuk te deixa a 50 metros. E a outra é que turistas recebem uma garrafinha de água depois de comprar o ingresso, lá mesmo ao lado da bilheteria.
    Minha irmã e eu ficamos em um hotel simpleza, mas muito perto e com restaurante! O nome é Hotel Sheela, 100 metros do Taj.

    Resposta
    • dezembro 9, 2019 em 7:35 pm
      Permalink

      Acho que você quis dizer Oeste (West)? Olhei aqui no mapa e fica a essa distância mesmo.
      Sobre a água eu comentei no post. Inclusive disse pra não pegar a água porque as pessoas ficam carregando a garrafinha e acaba incomodando um pouco. Então, da última vez eu deixei a água pra lá. Rs.
      Obrigado pelas dicas! Abraço do Panda. <3

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *