fbpx

Viajando a dois – Companhias de Viagem

Muitas pessoas dizem que viajar a dois pode fazer um “vai ou racha” no relacionamento de um casal. Você está literalmente 24 horas por dia com a outra pessoa, e se ainda não aconteceu, o casal vai conhecer um ao outro em um nível mais profundo. Durante a viagem não há como esconder quem você realmente é, e sabemos que é muito difícil nos expormos assim. Para muitos casais esta aventura pode ser um completo desastre, mas devo dizer, baseada na minha experiência que também pode ser algo maravilhoso que pode fortalecer ainda mais a relação de vocês. Pensando nisso, elaboramos 5 dicas para tornar este momento tão importante mais fácil e inesquecível.

#1- Planejem juntos

Se você já leu nosso guia completo para o planejamento de uma viagem perfeita, vai conseguir tirar essa etapa de letra. Caso você ou seu acompanhante não tenha lido, recomendo clicar aqui e reservar uns minutinhos para aprender mais sobre planejamento de viagens. Descubram porque devem planejar com calma a viagem dos sonhos de vocês e preparem-se para essa aventura.

Planejando juntos vocês vão saber claramente quais as expectativas um do outro em relação a viagem. Saber de antemão quais são as preferências de passeios, acomodação e transporte do seu acompanhante pode poupar estresse e desentendimentos.

Dica: dividam as tarefas baseado nos gostos e habilidades de cada um

Planejar a viagem não é uma atividade tão simples quanto parece, no nosso guia de planejamento elaboramos 12 passos para que você possa viajar com tranquilidade. Após ler e conversar com o seu parceiro sobre as expectativas de cada um, por que não dividir as tarefas?

Um de vocês pode monitorar os preços das passagens enquanto o outro procura a acomodação dos sonhos! Um pode pesquisar restaurantes e museus e o outro atividades ao ar livre, e por ai vai! Lembrem-se que duas cabeças trabalham melhor do que uma. Depois de cada um ter feito a sua pesquisa vocês podem juntos montar um roteiro ideal para os dois.

#2- Definam como as despesas serão divididas

Waitress handing bill to couple in restaurant

Se vocês não estiverem na vibe “tudo que é seu é meu” ou se nunca conversaram antes sobre como dividir os gastos, é melhor deixar bem claro antes de viajar como esperam que as despesas sejam divididas. Pode não parecer, mas o dinheiro é a maior causa de brigas entre casais. Somente conversando vocês poderão evitar que um dos lados sinta-se injustiçado por pagar mais que o outro.

Evite que atritos sejam gerados por conta do orçamento. Boas ideias são: ter um fundo comum destinado aos jantares românticos e atividades do gênero, e também carteiras separadas para compras pessoais. Não discutam formas de pagamento na “boca do caixa”, ao invés disso, usem aplicativos que facilitam a divisão de contas e compras. Eu recomendo o uso do aplicativo chamado CostSplit que é bem útil para calcular quem deve quanto pra quem 🙂 Assim vocês salvam todos os gastos no aplicativo e evitam brigas.

#3- Exercite sua paciência

É comum, mesmo tendo planejado tanto, que alguns imprevistos ocorram durante a viagem. O nosso objetivo planejando a viagem dos nossos sonhos é minimizar os riscos e dores de cabeça, mas não garante que estaremos livres desse tipo de situação.

Sua bagagem sumiu? O hotel não está encontrando sua reserva? Não conseguiram checkin antecipado? O encarregado de fazer uma reserva específica fez a compra pro dia errado? Respire fundo! Conte até 10. Repita um mantra. Não deixe que algo assim estrague o passeio de vocês. Vocês dois esperaram muito por isso, contaram os dias para que a viagem chegasse, respire e sorria. Acredite nas palavras de quem já reservou o hotel na data errada: tudo isso vai virar uma história bem engraçada depois.

#4 – Façam ao menos uma atividade romântica

Lembrem-se que a felicidade é o caminho e não o destino. Aproveite a companhia do seu amor e saia um pouco da “pilha” da viagem. Sabe o que é essa pilha? É aquela pressão que você faz em si mesmo por achar que não vai dar tempo de chegar em tal atração, aquela agonia de achar que cada microssegundo da viagem deve ser perfeito e encantador, aquele sentimento de que você está perdendo tempo no lugar dos seus sonhos, que não está aproveitando como deveria.

Saia dessa pilha! Namorem no ponto de ônibus, acordem mais tarde um dia, tomem café na cama, vão para um passeio romântico, dividam algodão doce, digam “eu te amo”, tomem uma cerveja no almoço, um vinho na janta, deem boas risadas juntos. Nós temos certeza que estes serão detalhes da viagem que vocês jamais esquecerão e que vai ajudar vocês a reforçar a intimidade e o romantismo. Invistam um tempo no relacionamento de vocês.

#5 – Tenham um tempo sozinhos

tempo

A minha primeira linguagem do amor é o tempo de qualidade. O que quer dizer que eu demonstro amor e me sinto amada quando passo tempo de qualidade com meu parceiro. Ainda assim, quando viajamos, eu preciso de um tempo sozinha. Viajar é muito diferente da rotina do dia-a-dia, onde nos encontramos apenas por algumas horas durante o dia. Viajando fazemos tudo juntos, dormimos, acordamos, passeamos, etc. Se viajamos por duas semanas, por exemplo, eu sinto que vou enlouquecer se não tiver uns minutinhos pra mim mesma.

Reservem um tempinho para cada um aproveitar como quiser, pode ser uma coisinha boba como passear um pouco pela rua enquanto seu parceiro toma banho e troca de roupa, ou fazer uma leitura em um café ou parque. Caso vocês tenham interesses bem diferentes em um destino, podem tirar um dia para visitar atrações separados. Mas lembrem-se: é importante conversar com o seu parceiro e deixar claro o porque da necessidade do seu tempo sozinho. Conte para onde vai, com quem vai e o que pretende fazer. Os dois se sentirão muito mais seguros e confiantes dessa forma.

Lembre-se: seu parceiro não é vidente

Algo te desagradou? Não está gostando dos passeios? Imaginou a cidade diferente? Converse com seu parceiro. Muitas vezes nós não sabemos explicar porque algo nos magoou, ou o que estamos sentindo. Não espere que o seu parceiro adivinhe o motivo de você estar de mal humor ou triste, mesmo que não seja culpa dele. Conversem sobre as suas expectativas e frustrações, deixe claro o que você está achando de determinada situação e evite ficar de cara amarrada sem explicar o que está acontecendo. Lembre-se que é conversando e compartilhando, que você será entendido e que algo pode ser feito de maneira diferente. Seu parceiro não tem como adivinhar o que passa pela sua cabeça.

Ah! Ia esquecendo: digam sempre “eu estou muito feliz de estar aqui com você” <3. Toda viagem a dois pode ser uma lua de mel, basta que vocês queiram.

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *