Qual moeda levar para o Chile: dólar, real ou peso?

Levar dinheiro para o exterior costuma causar muitas dúvidas – e uma certa dor de cabeça – nos viajantes, pensando nisso escrevemos um post dedicado a este assunto (clique aqui para ler) no nosso guia de planejamento de viagens. Nele você encontra informações de uma forma geral a respeito de como levar dinheiro para o exterior, incluindo as principais vantagens e desvantagens de levar cartão de créditos, VTM, dinheiro em espécie, além de estar cheio de dicas para tirar qualquer dúvida que você tenha a respeito do assunto. Em agosto de 2016 eu e meu marido viajamos para o Chile e pudemos tirar nossas conclusões sobre o que é vantajoso, vem conferir!

A moeda do Chile

Qual moeda levar para o Chile: dólar, real ou peso?
Pesos chilenos

A moeda oficial do Chile é o peso chileno. Perceba que na foto, a cédula verde vale mil pesos, a azul vale dez mil pesos e a maior moeda vale 500 pesos. Pode até parecer que tem uma fortuna nessa foto, mas não é bem assim. Esse tanto de zero por vezes nos confunde durante a viagem, por isso é importante ter uma noção do poder de compra da moeda antes de viajar. No Chile, poucas coisas custam menos que mil pesos.

Em frente as casas de câmbio chilenas, vimos os preços das seguintes moedas para troca: reais, pesos argentinos, dólares e euros.

A nossa experiência

A nossa viagem para o Chile aconteceu meio que de surpresa. Nós tínhamos planejado ir para os Estados Unidos em abril, após o casamento em Cancún (leia aqui), mas acabamos cancelando de última hora. Já havíamos comprado uma certa quantia de dólar e, quando cancelamos a viagem paramos de comprar.

Mas o cartão ficou ali, com uma quantia de dólares para ser utilizada em uma outra oportunidade. Foi quando encontrei uma promoção de passagens para o Chile por 10 mil milhas o trecho (saindo de Manaus) e na data do meu aniversário. Como essa viagem estava predestinada a acontecer, conseguimos reembolso das passagens de Orlando, as exatas 40 mil milhas que precisávamos. Deu tudo certo, compramos nossas passagens e fomos para o Chile.

Nós tínhamos uma certa quantia em dólares, alguns reais e levamos o cartão de crédito para emergências. Os valores que vimos nas casas de câmbio foram os seguintes: 1 dólar = 650 pesos e  1 real = 180 pesos. Vamos fazer umas continhas rápidas? Para convencionar as nossas continhas, vamos chamar o dólar de USD, o real de BRL e o peso chileno de CLP (são as siglas oficiais).

  • Exemplo com 100 dólares

No mês de agosto, o dólar estava custando cerca de BRL3,40. Para comprar USD100, gastamos BRL340. Trocando estes USD100 por pesos, ficamos com o total de CLP 65.000. Ou seja, levando dólares CLP65.000 nos custaram BRL340. Como disse, em agosto BRL1 estava valendo cerca de CLP180. Portanto, para comprarmos os CLP65.000 pesos tivemos que desembolsar BRL361,00.

Na nossa experiência, valeu mais a pena levar os dólares. No exemplo acima, a diferença de cada $65.000 pesos é de R$21,00. Eu entendo que R$21,00 não é nenhuma fortuna, mas no final da viagem esse valor pode pular para por exemplo R$100 reais. E se pudermos economizar esse dinheiro para gastar em passeios e em experiências durante a viagem, é isso que preferimos fazer.

Dicas

#1- Pagando o Hotel

É preferível efetuar os pagamentos de hotéis, pousadas e hostels em dólar. Dessa forma, você fica isento do IVA (um imposto de cerca de 19% do valor da hospedagem) e economiza uma graninha. Veja se a sua hospedagem oferece este desconto.

#2- Sacando dinheiro nos caixas eletrônicos

Pode acontecer de a máquina apresentar uma mensagem de erro quando você insere o seu cartão. Nós estávamos enfrentando este problema e um funcionário muito gentil nos deu uma valiosa dica. Ignore tudo que estiver escrito na tela, o seu cartão vai funcionar sim. Coloque o cartão na máquina, conte até 5. Retire o cartão e coloque novamente. Tcha-rã! As opções da máquina vão aparecer normalmente e você deve selecionar a “extranjeros”.

#3- Devo comprar peso no Brasil?

Não precisa! No Brasil a cotação de real x peso é mais desfavorável que no Chile. Não se preocupe, no aeroporto tem uma casa de câmbio e vários caixas eletrônicos, você pode trocar dinheiro ou sacar uma pequena quantia para os seus gastos iniciais.

Tá em dúvida se vale a pena fazer um seguro viagem para o Chile? Não deixe de ler o artigo É preciso contratar Seguro Viagem para o Chile?

Conclusão

Para visitar o Chile é mais vantajoso levar dólares que pesos chilenos ou reais. Durante a viagem você vai trocando o seu dinheiro de acordo com a necessidade. Se você achar que não vale a pena comprar dólar para a viagem, troque apenas a quantia necessária para pagar sua hospedagem e fugir dos 19% de imposto.

Você tem mais alguma informação bacana pra ajudar os outros viajantes? Compartilha com a gente!

Qual moeda levar para o Chile: dólar, real ou peso?

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

2 comentários em “Qual moeda levar para o Chile: dólar, real ou peso?

  • janeiro 31, 2017 em 6:14 am
    Permalink

    Dicas valiosíssimas! Estava na grande dúvida de levar Dólar ou Real, e se valeria a pena trocar aqui no Brasil ou só lá no Chile, pelo visto eh bem melhor aguardar trocar lá, e quanto ao Dólar, vou aproveitar que está com a cotação baixa, obrigado pelas dicas! Grande abraço a família!

    Resposta
    • fevereiro 1, 2017 em 12:25 pm
      Permalink

      Ficamos felizes em poder ajudar Flavyo!

      Boa viagem!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *