Como levar dinheiro para o exterior? Conheça as opções!

Share on telegram
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Quem nunca viajou para fora do país, pode ter grandes dúvidas sobre as formas de levar dinheiro para o exterior. Como em qualquer outra parte do planejamento de viagens, esta requer muita pesquisa para ter o máximo proveito e cuidado na escolha.

Antes de comprar dinheiro estrangeiro, você vai precisar pesquisar sobre a moeda do seu país de destino. Vai precisar saber quais são as formas de levar dinheiro para o exterior: cartões ou dinheiro em espécie? Qual é a maneira mais adequada para a sua viagem? Onde trocar seu dinheiro em um local confiável? Vamos descobrir agora.

Pesquise sobre a moeda do seu destino

Como levar dinheiro para o exterior: dólar, euro ou outro?

Moedas como o dólar e euro são bem fáceis de encontrar em qualquer casa de câmbio ou banco. Você pode encontra-las tanto em espécie quanto no cartão pré-pago e, talvez seu banco pode te oferecer um câmbio conveniente. Estas moedas mais populares são bem fáceis de lidar, porém, outras moedas não são tão acessíveis, como a Rúpia Indiana, o Peso Mexicano, o Dólar Neozelandês, etc. O que fazer nestes casos?

Se a moeda do país de destino não for acessível a compra no Brasil, recomendamos que você compre uma moeda forte, como dólar ou euro, que são mundialmente aceitos. Pode até ser que você encontre uma moeda não tão convencional, mas geralmente paga-se muito mais caro do que comprar o dólar/euro e depois trocar quando chegar no país de destino.

Minha cédula é válida no país?

Já que você está pesquisando sobre a moeda do seu destino, que tal você fazer uma busca por imagens das cédulas e moedas dela? Aconteceu com uma colega de trabalho: ela comprou libra esterlina em uma casa de câmbio e ao chegar lá descobriu que aquela cédula antiga não era mais aceita, não teve reembolso e infelizmente perdeu todo o seu investimento. Evite que isso aconteça com você, esteja minimamente familiarizado com a cara do dinheiro que vai comprar para não passar por um susto desses.

Considere suas opções para levar dinheiro para o exterior

dinheiro_ou_cartao

Como levar dinheiro para o exterior continua sendo uma das maiores dúvidas dos viajantes internacionais. São várias opções: dinheiro em moeda local, dólares, cartões de crédito/débito/pré-pago. Adianto logo que não existe uma resposta correta nem uma única resposta para esta pergunta. Cada país tem suas particularidades nos caixas eletrônicos e nas casas de câmbio. Portanto é muito importante se informar a respeito das opções disponíveis e sobre como o seu país de destino costuma lidar com o dinheiro de turistas.

1 – Cartão de crédito

O cartão de crédito internacional pode ser uma ótima ferramenta. Porém, principalmente viajando para o exterior, é preciso tomar alguns cuidados. Normalmente, o valor das compras feitas no exterior é convertido para dólar e só no fechamento da sua fatura, para real. Corremos o risco aqui de pegar um câmbio desfavorável de dólar pra real na data da conversão. Além disso, temos que levar em consideração a incidência do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras, hoje 6,38%). Estes dois fatores dificultam o cálculo do valor final da fatura.

Apesar destes inconvenientes, o cartão de crédito oferece maior segurança contra fraudes e pode ser utilizado para acumular milhas. Além disso, alguns cartões ainda oferecem benefícios extras, como seguros de viagens. Se você optar por viajar para fora do país com o seu cartão de crédito, lembre-se de liberá-lo para compras no exterior. Até mesmo os cartões internacionais podem estar bloqueados, portanto consulte sua operadora, banco ou agência.

Vantagens: segurança, facilidade de pagamentos, acúmulo de milhas aéreas.

Desvantagens: desconhecimento do câmbio na hora da compra e IOF.

2 – Cartão de débito

Alguns bancos permitem o uso do cartão de débito utilizado no Brasil no exterior, tornando-o uma opção bem prática. Assim como no cartão de crédito, o cartão de débito também possui cobrança de IOF quando utilizado, além de outras tarifas, que variam de acordo com o caixa eletrônico escolhido para saque e o seu banco. Sua principal vantagem é não causar surpresa na fatura final, já que o valor debitado da conta é calculado de acordo com o valor da moeda estrangeira naquele dia, permitindo que você possa controlar melhor os seus gastos.

Novamente, antes de viajar, ligue para o seu banco ou gerente e verifique se existe a necessidade de desbloqueio do cartão tanto para compras quanto para saques no exterior, aproveite e consulte também seus limites e os valores das taxas administrativas.

Vantagens: conversão do pagamento na hora da compra, segurança.

Desvantagens: geralmente não acumula milhas, nem sempre consegue fazer o pagamento (tenha um plano B).

3 – Dinheiro em espécie

Apesar de ser uma das formas mais práticas de levar dinheiro para o exterior, já que a cotação é fixa, o dólar é aceito em praticamente todos os lugares e o IOF é de apenas 1,1%. Esta opção é a menos recomendada por nós. Primeiramente por questões de segurança, é muito perigoso sair por ai carregando um monte de dinheiro e nem sempre sua acomodação vai oferecer cofres para você guardar seu precioso capital. Além disso, em caso de furto ou perda não há como pedir reembolso, você perde tudo.

Porém quando se viaja para países em que não há uma grande aceitação de cartão, o dinheiro vivo é a melhor opção, como é o caso da Índia.

Quando precisamos comprar dólar em espécie, utilizamos o site Melhor Câmbio. Geralmente possuem as melhor cotações.

Vantagens: facilidade do uso, saber o valor que pagou em cada dólar no momento da compra.

Desvantagens: risco de perder tudo.

4 – Conta no exterior

Abrir uma conta no exterior pode ser uma opção a considerar. Mesmo que você não vá permanecer muito tempo no país, você pode verificar a possibilidade de abertura de uma conta no país que você está visitando.

Nesses casos que você abra uma conta no exterior, recomendamos conhecer as empresas que fazem esse trabalho de remessa internacional como o Remessa Online, TransferWise, WesterUnion.

Uma das opções atuais de abertura de conta no exterior é a Nomad Global, primeira fintech brasileira que permite abertura de conta nos Estados Unidos, pelo aplicativo, sem burocracia, sem taxas e apenas com passaporte dentro da validade. Para conhecer mais sobre as vantagens desse banco, clique aqui.

Vantagens: mais uma alternativa de pagamento, possibilidade de pagar mais barato pelo dólar.

Cartao Nomad Digital - Sua conta corrente nos estados unidos

5 – Cartão pré-pago

O queridinho dos turistas! As principais vantagens deste cartão é que o valor carregado não sofre influência das cotações futuras da moeda e você já sabe de forma antecipada quanto tem pra gastar. Infelizmente a cada recarga é cobrado IOF de 6,38%, o que torna a compra da moeda em espécie mais atrativa (IOF de 1,1%). Dependendo da empresa contratada, a recarga do cartão pode ser feita presencialmente, por telefone ou pela internet. Além disso, você tem a segurança de carregar um cartão de plástico, não um bolo de dinheiro.

O cartão pré-pago pode ser utilizado tanto para pagamento em débito quanto para o saque na moeda estrangeira. Algumas operadoras cobram por esta operação, então é muito interessante consultar antes o valor da taxa e se programar para fazer a menor quantidade de saques possível.

Em caso de perdas ou furtos você deve imediatamente comunicar a central e um novo cartão é entregue a você em até 72h, com o mesmo valor que havia no cartão extraviado. No caso de ao término da viagem o seu cartão ainda tiver saldo, você pode resgatar o valor restante ou guardá-lo para a próxima viagem, mas fique atento para possíveis taxas por falta de uso.

Mais uma vez aqui indicamos o site Melhor Câmbio para que você faça sua cotação.

Saiba onde trocar dinheiro no exterior

pontos para comprar dinheiro para o exterior

Evite trocar dinheiro com desconhecidos, você pode receber dinheiro falso e/ou perder muito com a cotação oferecida. Mas se algum amigo estiver voltando de viagem não hesite em perguntar se ele tem moeda sobrando e tente negociar um bom preço. Talvez ele não queira guardar aquele dinheiro internacional em casa. Para trocar dinheiro de forma confiável e segura recomendamos três lugares: bancos, casas de câmbio e balcões de aeroportos. Saiba um pouco mais sobre estas opções.

Bancos

Os bancos costumam trabalhar com a venda de moeda estrangeira de todo o mundo, porém é um serviço feito sob demanda. Antes de dirigir-se a uma agência é interessante ligar antes e consultar o preço da compra e a disponibilidade da moeda desejada. É interessante conversar com o seu gerente sobre a sua intenção de viajar e negociar um preço camarada no câmbio. Aproveite e solicite o desbloqueio o seu cartão de crédito e débito para uso internacional. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil oferecem serviços de venda de moeda estrangeira para não clientes.

Casas de Câmbio

Quando você for a uma agência de câmbio, lembre-se de levar algum documento oficial de identificação. No exterior é obrigatório a apresentação do passaporte para adquirir moedas em casa de câmbio (não vale cópia, tem que ser o documento original). Se você for converter o dinheiro no Brasil, uma dica é consultar o ranking do VET, no site do Banco Central, para conferir as melhores taxas de cotações para o câmbio.

A maior parte das casas de câmbio aceita apenas dinheiro em espécie para a troca. Portanto, é sempre bom ligar antes e conferir. Aconselhamos você a “perder” um tempinho para poupar. Consulte o preço de compra da moeda em diversas casas de câmbio: a diferença de preços entre elas pode ser enorme e você pode acabar economizando se escolher a empresa correta. Se você comprou dólar, ou uma moeda mundialmente aceita para trocar pela moeda local no país de destino, procure locais com alta concentração de agências de câmbio, a concorrência pode fazer você encontrar ofertas mais interessantes.

Aeroportos

Nos aeroportos encontramos diversos balcões de câmbio onde é possível realizar a troca de moedas estrangeiras. Costumam ser locais seguros e práticos, mas tem como ponto negativo o fato de as taxas de conversão para a compra de moedas serem usualmente mais altas se comparadas a bancos e casas de câmbio.

Nossa dica: Antes de realizar a troca de moedas, ligue para cada uma das agências ou bancos do seu interesse e faça uma comparação dos valores ou utilize sites como Exchange Money e Melhor Câmbio. Acompanhe também as variações da moeda, se hoje ela estiver mais barata que ontem, talvez seja um bom momento para a compra. Enquanto você está comprando dólar com pressa tem um japonês precavido acompanhando as cotações economizando.

Algumas informações importantes sobre levar dinheiro para o exterior

#1 Ao consultar a cotação das moedas estrangeiras, como por exemplo o dólar, lembre-se que a referência de preço que deve ser levada em consideração é o dólar turismo e não o comercial. A moeda comercial é utilizada para transações financeiras entre empresas. Para nós turistas, o que vale é o dólar turismo, infelizmente mais caro que o comercial.

#2 Se você pretende viajar com uma quantia superior a R$10.000, vai precisar declarar esse valor na Receita Federal. Faça as contas para verificar se o que você gastou comprando moeda estrangeira supera esse valor e evite ser chamado pelo fisco.

#3 Pesquise se existe algum tipo de restrição por parte do país que você vai visitar em relação ao valor de dinheiro levado pelo turista. Nos Estados Unidos, por exemplo, o valor limite para uma família entrar no país é de USD10.000

#4 Em alguns países uma casa de câmbio pode ser identificada como Bureau de Change ou Currency Exchange, fique de olho.

Como nós fazemos para levar dinheiro em nossas viagens

Cada destino e cada país vai ter suas particularidades, mas de forma geral, vou dizer como nós fazemos para levar dinheiro para o exterior:

  1. Entre 250 a 1.000 dólares ou euro em espécie. Compramos pelo site do melhor câmbio.
  2. Pelo menos dois cartões de crédito de bandeiras diferentes liberados para compras internacionais.
  3. Um cartão de débito em conta internacional em dólar. No nosso caso, utilizamos a conta Nomad Global.

Achamos importante chegar com dinheiro em mãos para caso precise de algo imediato como pegar um táxi, fazer um lanche ou outro problema que se resolva apenas com dinheiro.

Take your time

Pense com calma, afinal esta é uma visão geral de como levar dinheiro para o exterior. É claro que dependendo do país de destino uma das formas apresentadas seja conveniente e outra não. Este assunto é super importante, dedique um tempo para decidir qual a melhor forma para levar dinheiro na sua próxima viagem internacional.

Já escrevemos algumas publicações de países específicos. Veja o que escrevemos sobre como levar dinheiro para Chile, Cuba e Tailândia.

Como você costuma se planejar e levar dinheiro nas suas viagens? Tem alguma dica para ajudar outros viajantes? Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário ou mande uma mensagem, vai ser um prazer poder ajudar!

Agora aproveite para dar uma olhadinha nos outros artigos que formam o nosso Guia Completo de Planejamento de Viagem.

Procurando companhia para Viajar? #Partiu

Confira as vagas que ainda temos abertas para nossas viagens em grupo!

Clique no botão abaixo e descubra os próximos destinos.

Curtiu nossas dicas?

Dê aquela forcinha ao nosso trabalho!
Ao fazer uma reserva nos sites que indicamos, ganhamos uma pequena comissão que nos incentiva a continuar produzindo tanto conteúdo gratuito e de qualidade. Ah! E você não paga nem um centavinho a mais por isso.

7 respostas

    1. Oi Nathália, a conta Nomad estava sendo aceito nos seguintes países segundo informação no próprio site: “Além dos Estados Unidos, a sua conta Nomad pode ser utilizada no Brasil, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Japão, Luxemburgo, Holanda, Portugal, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site armazena informações de forma anônima para melhorar sua navegação.
Para saber mais sobre como tratamos seus dados, consulte nossa Política de Privacidade.