Free walking tour em Santiago

Um dos passeios que eu mais gosto de fazer em viagens é o Free walking tour. Esses tipos de passeios são muito legais para serem feitos no comecinho da viagem. Assim você tira todas as suas dúvidas sobre as atrações da cidade, aprende a fugir dos “pega-turista” e conhece um pouquinho da cultura local. Nesse post conto um pouquinho da nossa experiência no free walking tour que fizemos em Santiago.

Geralmente as empresas possuem diversos tipos de passeios. A gente sempre opta pelo padrão, um passeio não temático e mais geral pra conhecer a cidade (em alguns locais você encontra passeios específicos, como um tour sobre Jack o estripador etc).

Durante nossas buscas na internet, encontramos duas empresas que fazem o free walking tour em Santiago: a Spicy e a Free Tour. A programação das duas empresas eram bem parecidas: as duas saíam quase que no mesmo horário da famosa Plaza de Armas e passavam basicamente pelos mesmos locais. Nós optamos por fazer com a spicy, e adoramos!

+ Leia também:

free-walking-tour-santiago
Nossa turma no Free Walking Tour

Detalhes do Tour

Fizemos um passeio de aproximadamente três horas. Mas calma, não foram três horas andando sem parar. Nesse tempo paramos para tomar um café, lanchar, usar banheiros, tirar fotos e conversar muito! Nosso tour passou pelos seguintes pontos.

Plaza de Armas

Plaza de Armas

Foi na Plaza de Armas que encontramos a nossa guia e reunimos o nosso grupo. Ainda na Plaza de Armas aprendemos muito sobre a fundação de Santiago e sobre a história da colonização do Chile. Na Plaza de Armas fica o prédio da prefeitura, dos correios e a Catedral de Santiago.

Fizemos uma visita a Catedral onde aprendemos muito sobre a cultura Chilena. Você sabia que no altar de quase toda igreja católica no Chile você vai encontrar uma bandeira nacional? Faça o tour e descubra o motivo!

Visitamos um mercado do ladinho da praça, onde nossa guia nos introduziu a culinária Chilena. Até onde conseguimos perceber, os chilenos colocam abacate em tudo!

Prédio Antigo do Congresso

Foto: Reprodução

O Antigo prédio do Congresso Chileno é simplesmente lindo. Sua arquitetura, assim como a de quase todo o centro antigo de Santiago é inspirada em Nova Iorque do século 19.

Uma coisa que aprendemos durante o nosso tour é que o Chile sempre quis se distanciar dos seus colonizadores espanhóis e via os Estados Unidos como um exemplo a ser seguido. Por isso podemos notar tantas semelhanças na arquitetura destes lugares.

Palácio La Moneda

Palácio La Moneda

O Palácio La Moneda é a atual sede da Presidência da República do Chile. O prédio tem esse nome porque foi originalmente projetado para abrigar a Casa da Moeda, quando o Chile era uma colônia espanhola.

Em frente a este prédio ouvimos um pouco da história do golpe militar no Chile. O edifício foi duramente bombardeado durante o golpe de 11 de setembro de 1973, e depois de horas de  bombardeio e luta foi tomado pelo exército.

Santiago Stock Exchange

Nossa próxima parada foi a bolsa de valores de Santiago, que fica numa rua chamada: Nova York. Os prédios naquela rua representavam a Wall Street de Santiago e foram de muita importância econômica durante décadas.

Caminhar nesse trecho da cidade traz muitas lembranças dos Estados Unidos.

Santa Lucia Hill

Foto: Reprodução

O morro é uma ilha verde no meio de tantos prédios e construções. É surpreendentemente tranquilo considerando sua localização no centro da cidade.

Durante o nosso passeio aprendemos que tudo ali é artificial. Calma, as plantinhas são verdadeiras, mas se os funcionários deixarem de trabalhar por dois dias tudo morre. Isso porque o morro não oferece as condições de vida necessárias para as espécies que vivem ali e todo esse ambiente foi criado artificialmente, com o trabalho do homem.

Bairro Lastarria

Foto: Reprodução

Lastarria é um bairro cheio de cultura e arte, cheio de cafés convidativos, bares, restaurantes atraentes, feirinhas de arte e artistas de rua.

Quando passamos por lá vimos vários artistas vendendo livros, fotografias, peças de cerâmica e produtos artesanais. Foi lá que compramos um dos nossos souvenirs de viagem.

Museu de Artes

Santiago é repleta de Museus e o Museu de Belas Artes tem entrada gratuita! No Museu de Belas Artes encontramos obras de artistas Chilenos e Estrangeiros. Algumas das peças de vidro que constituem o prédio foram declaradas patrimônio nacional do Chile.

Ainda que você não seja fã de arte o passeio vale muito a pena porque o prédio é incrivelmente lindo!

Praça Itália

A Praça Itália é um dos pontos de encontro mais movimentados de Santiago. Historicamente conhecida como um ponto de protestos e celebrações populares.

Atualmente a Praça Itália simboliza uma divisão sócio-econômica em Santiago, os bairros mais chiques ficam ao leste da praça enquanto que o centro e bairros mais pobres ficam ao oeste.

Bairro Bellavista

Quase no final do passeio chegamos ao Bairro Bellavista, a maior concentração de bares por metro quadrado de Santiago. Em uma das principais avenidas os bares são tomados por estudantes universitários. Na outra, os bares são mais elegantes e frequentados por pessoas mais velhas.

San Cristobal Hill

Nosso passeio terminou aos pés do Morro de San Cristobal. De lá, reunimos toda a galera do passeio para uma cerveja em Bellavista.

O passeio foi longo, mas cheio de conhecimento e diversão. Achamos que o Free Walking Tour ajuda a ver e entender a cidade de uma maneira menos turística.

Quanto pagar em um free walking tour em Santiago?

Essa é uma pergunta bastante delicada, porque depende do quanto você gostou do passeio. Mas, como a moeda do Chile tem muitos zeros (uma água por exemplo, custa cerca de 1000 pesos) acho que vale ajudar.

Nossa guia sugeriu entre 10.000 e 15.000 pesos. Tomamos como base alguns passeios que fizemos no Atacama, e decidimos pagar 12.000 pesos cada um. Mas tudo depende do seu coração.

Você já fez algum free walking tour? Tem uma dica legal pra compartilhar com a gente? Fala aqui nos comentários!

Infelizmente a bateria da câmera acabou durante o passeio e faltaram algumas imagens para ilustrar melhor este post.

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

8 comentários em “Free walking tour em Santiago

  • janeiro 3, 2017 em 9:08 am
    Permalink

    Fiz com a Free Tour e aprovei também! Um dos free tours mais extensos que já fiz, mas vale muito a pena.

    Resposta
    • janeiro 3, 2017 em 5:54 pm
      Permalink

      O meu tour com a Spicy durou quase 6 horas! 😀
      Mas foi incrivel!

      Resposta
  • junho 9, 2017 em 2:11 pm
    Permalink

    Olá. Muito obrigada pelas dicas!! Eu gostaria de saber qual horário vc fez, quero o das 10h, mas estou em dúvida se tem pausa para o almoço..

    Resposta
    • junho 9, 2017 em 4:36 pm
      Permalink

      Oi Vanessa, tudo bem?

      Nós fizemos o passeio pela parte da tarde e tivemos pausa pra tomar café e lanchar. Geralmente os organizadores dos passeios tem parcerias com bares e restaurantes e certamente vocês terão uma pausa para comer 🙂

      Resposta
  • junho 26, 2018 em 3:24 pm
    Permalink

    Boa tarde para fazer o Free Tour é só ir no ponto de encontro as 10h e conversar com algum guia?

    Resposta
    • junho 26, 2018 em 4:58 pm
      Permalink

      Boa tarde Ariane!

      Isso mesmo. Só localizar o guia e demonstrar interesse no passeio. Sem reserva, sem nada.

      Um abraço,

      Carmina.

      Resposta
  • abril 28, 2019 em 10:37 pm
    Permalink

    Olá, Carmina!
    Buscando informações sobre os free walking em Santiago. Vi que também tem a Strawberry tour, com quem tive experiência em Londres.
    Gostaria de saber se o tour de que você participou só oferece passeios em inglês.

    Resposta
  • abril 28, 2019 em 10:38 pm
    Permalink

    Olá, Carmina!
    Buscando informações sobre os free walking em Santiago.
    Gostaria de saber se o tour de que você participou só oferece passeios em inglês.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *