Precisa de vacina contra febre amarela para ir ao Paraguai?

Viagem marcada? Saiba que o brasileiro agora precisa de vacina contra febre amarela para o Paraguai. Entenda o porquê e saiba como emitir sua carteira internacional de vacinação.

Quem precisa de vacina contra febre amarela para o Paraguai

Precisa de vacina contra febre amarela para ir ao Paraguai? Sim, a partir de maio/2019, o Paraguai começou a exigir vacina contra febre amarela dos viajantes brasileiros. Também pode ser necessária para cidadãos de outros países que residam há mais de 6 meses no Brasil.

Anteriormente, o país já exigia a vacina de viajantes que tivessem visitado os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia. Agora, no entanto, a regra vale para todo mundo.

Paraguai exige vacina febre amarela
Imagem: Reprodução do site da ANVISA

Por que o Paraguai passou a exigir a vacina contra febre amarela? É perigoso contrair a doença ao viajar pra lá?

Na verdade, o Brasil é considerado um país endêmico da febre amarela. Ou seja, aqui no Brasil que temos o risco de contrair a doença. Ou seja, só por isso, todos os brasileiros já deveriam se vacinar contra a doença!

Assim, como a doença é transmitida através da picada do mosquito, o Paraguai exige vacina contra febre amarela dos brasileiros (assim como outros países também). Ou seja, o motivo é evitar que os brasileiros espalhem a doença Acho justo. rs

Normalmente, só o certificado só é exigido em países em que existe o mosquito transmissor da doença. Dificilmente, um país como a Rússia vai entrar na lista dos países que exigem a vacina, já que o mosquito não consegue se reproduzir em ambiente frios.

+ Leia também: Google Travel – A ferramenta do Google para o planeamento da sua viagem

Onde se vacinar contra febre amarela?

A vacina contra febre amarela está disponível gratuitamente nos postos de vacinação da rede pública. Dependendo do posto de saúde, ela pode ser aplicada em doses fracionadas ou totais.

Mas atenção! Somente a dose completa pode ser utilizada para emitir o certificado internacional.

Por isso, caso você esteja de viagem marcada, leve a sua passagem no posto de saúde, para garantir que a dose completa da vacina seja aplicada.

A vacina precisa ser tomada pelo menos 10 dias antes do seu embarque e é válida para a vida toda.

Como emitir a carteira internacional de vacinação ou Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)

Para emitir a carteirinha válida internacionalmente, que é obrigatório para as viagens ao Paraguai e diversos outros países, é necessário procurar um dos postos de atendimento aos viaantes da ANVISA.

Se você AMA viajar (que nem a gente!) nós sugerimos que você providencie a carteira da ANVISA, mesmo sem ter viagem marcada, pois ela vale por toda a vida e você á fica livre dessa preocupação.

Desde janeiro deste ano, essa carteira internacional – o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) – passou a ser emitida também online.

Renata Marques

Nascida em Minas Gerais, filha de mãe mineira e pai paulista, passou parte da infância no Rio de Janeiro, morou em João Pessoa, fez intercâmbio em Londres e atualmente estuda uma possibilidade de se mudar de São Luís, onde já viveu por quase metade da vida. Mãe desde muito nova, filha desnaturada, esposa esforçada. Apaixonada por viagens e paisagens naturais. Servidora pública, fotógrafa e blogueira e em 2017 fez uma volta ao mundo de 1 ano com a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *