fbpx

Taxas de Fernando de Noronha: Quais, quanto e como pagar antecipado?

As taxas de Fernando de Noronha estão te deixando um pouco confuso?

Antes de visitar o arquipélago, eu também tive muitas dúvidas sobre as taxas ambientais.

Neste artigo, eu reuni as informações de quais as taxas obrigatórias aos turistas, quanto custa cada uma e qual a melhor maneira de pagar.

+ Leia também: Como ganhar uma passagem aérea pagando contas do dia a dia

Taxas Fernando de Noronha

Toda ilha habitada e turística possui um grande desafio: manter o local livre do lixo gerado, preservando suas espécies.

E quanto mais afastada do continente, mais esse desafio se torna maior.

Fernando de Noronha não é uma exceção.

Com cerca de 100 mil turistas visitando o arquipélago todos os anos, o cuidado precisa ser intenso. Do contrário, há chances do desastre ambiental ser irreversível.

A fim de manter a ilha preservada, foram implantadas algumas taxas em Fernando de Noronha . Dentre aquelas que afetam o turista, as duas principais são a Taxa de Preservação Ambiental (TPA) e a Taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

por do sol em fernando de noronha

Taxa de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha – TPA

A principal taxa em Fernando de Noronha para turistas é a Taxa de Preservação Ambiental, ou TPA.

Essa taxa é obrigatória para TODOS os turistas que visitam o arquipélago e é cobrada por dia de permanência.

A Taxa de Preservação Ambiental é paga ao Governo do Estado de Pernambuco e tem como objetivo a manutenção e infraestrutura do arquipélago. É a TPA, por exemplo, que viabiliza o recolhimento do lixo, já que o inservível precisa ser levado para o continente.

Quanto custa a Taxa de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha em 2020?

O valor da TPA 2020 é aproximadamente R$75,00 por dia.

Esse valor varia de acordo com a quantidade de dias que o viajante irá permanecer na ilha. Não é um valor único que você simplesmente multiplica pela quantidade de dias.

Como assim?

Por exemplo, o valor de um único dia de permanência é R$ 75,93, mas se você ficar 10 dias o valor não é R$ 759,30, como seria de se esperar.

Por isso, é preciso consultar a tabelinha abaixo e que está disponível atualizada no site oficial da ilha.

Só pra dar uma ideia, um viajante que queira permanecer 1 mês na ilha precisará desembolsar mais de 5 mil reais no total (daria um valor de R$178,51 por dia)!

E mais uma coisa: se não pagar a quantidade de dias corretamente, você poderá ser multado e ter que pagar em dobro na saída!

Valores diários da TPA 2020
Valor da Taxa de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha em 2020
Tempo de Permanência
(em dias)
Valor da TPA 2020
(em R$)
175,93
2151,86
3227,79
4303,72
5373,59
6428,26
7482,93
8537,60
9592,27
10646,95
11738,07
12844,38
13965,88
141.102,57
151.254,45
161.421,52
171.603,78
181.801,23
192.013,87
202.241,70
212.484,72
222.742,93
233.016,33
243.304,92
253.608,70
263.927,67
274.261,83
284.611,18
294.975,72
305.355,45

Como pagar a TPA

Existem duas formas de pagar a taxa ambiental de Fernando de Noronha: pagamento antecipado ou diretamente na sua chegada. Nos dois casos, os valores são os mesmos.

Na chegada em Noronha

Se você optar por efetuar o pagamento da taxa na sua chegada em Fernando de Noronha, deverá ir a fila para pagamento assim que desembarcar. Essa fila fica logo no primeiro salão do aeroporto. Nem se preocupe, é bem fácil encontrar o local. Só observe se está na fila correta.

Na sua vez, você irá apresentar documentos, informar o período de estadia e efetuar o pagamento, que pode ser em dinheiro ou cartão de crédito.

Antecipado pela internet

A outra forma de efetuar o pagamento é pela internet antes de chegar na ilha. Nesse caso, você pode pagar usando o cartão de crédito (confirmação na hora) ou boleto bancário (demora até 3 dias pra compensar).

O vencimento do boleto é sempre um dia antes da sua chegada, mas eles recomendam que você pague pelo menos uns 3 dias antes, para processar o pagamento corretamente.

A grande vantagem de efetuar o pagamento online é que o processo na chegada é mais rápido (embora exista uma fila de qualquer forma).

Após realizar o pagamento, você precisará imprimir alguns documentos para apresentar na chegada. Após passar pelo controle, você irá receber um comprovante que deverá ser apresentado no dia de deixar a ilha.

pagamento da tPA no aeroporto - taxas ambientais fernando de noronha
A fila é maior, mas é mais rápida para quem já pagou a taxa
+ Leia também: O ÚNICO aplicativo que você precisa para nunca mais perder milhas aéreas

Taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha 

A segunda das taxas de Fernando de Noronha, relevante para quem vai visitar o arquipélago, é a Taxa do Parque Nacional Marinho, o PARNAMAR Noronha.

Essa taxa deve ser paga pelos visitantes que desejem acessar a área do Parque Nacional. Ela inclusive costuma ser solicitada para alguns passeios, como o passeio tradicional de barco – que acessa a área do parque – e para o agendamento das trilhas principais.

Após efetuar o pagamento da taxa, o visitante precisa retirar uma carteirinha, que dará acesso ao parque marinho por até 10 dias consecutivos.

controle da taxa de noronha do parque nacional marinho
Leitura da carteira do parque nacional para acessar a praia do Sancho, em Fernando de Noronha

Cabe ressaltar que a Taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha não é obrigatória a todos os visitantes. No entanto, em uma primeira visita a Fernando de Noronha é altamente improvável que você não visite a região que pertence ao parque.

As praias e trilhas do Parque são: Sancho, Sueste, Baia dos Golfinhos, Baia dos Porcos, Praia do Leão, Piscina da Atalaia, trilha dos Golfinhos; do Abreu, do Capim Açu, da Pontinha Pedra Alta, do Forte São Joaquim, do Morro São Jose assim como Ponta das Caracas e Caieira.

Já pensou ir pra Fernando de Noronha e não visitar a famosa Praia do Sancho?

Quanto custa a Taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha?

Em 2020, taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha custa R$111,00 por pessoa (válida por 10 dias).

Como pagar a taxa do parque marinho?

A taxa ambiental do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha pode ser paga pela internet ou a qualquer momento da permanência na ilha.

retirada da carteirinha e pagamento da taxa ambiental de fernando de noronha
Pagamento da taxa do Parque Nacional Marinho ou retirada do cartão na sede provisória do ICMBIO
Pagamento pela internet

O pagamento antecipado só pode ser realizado usando cartão de crédito. Se você não possui cartão de crédito, precisará pagar em Fernando de Noronha.

Site: https://tickets.parnanoronha.com.br/

Pagamento em Noronha

Em Fernando de Noronha, a taxa ambiental do Parque Nacional Marinho poderá  ser paga em 3 postos diferentes:

  • Centro de visitantes ICMBio Boldró, das 8:00 às 22:00h;
  • PIC do Golfinho-Sancho das 8:00 às 18:30h;
  • PIC do Sueste das 9:00 às 16:00h.

Esses são também os pontos onde você precisará ir para retirar a carteirinha do parque, caso tenha feito o pagamento pela internet.

+ Leia também: O que levar na mala para Fernando de Noronha

Qual a melhor forma de pagar as taxas ambientais de Noronha?

Se você quer perder menos tempo na sua chegada, recomendo fortemente pagar a Taxa de Preservação Ambiental pela internet. Assim você agiliza o desembarque no pequeno aeroporto de Fernando de Noronha.

Por outro lado, o pagamento da taxa do Parque Nacional Marinho não costuma ter grandes filas. Além disso, como você vai ter que passar pessoalmente em um dos postos para pegar a carteirinha de qualquer forma, não é extremamente necessário efetuar o pagamento desta taxa antes de chegar à ilha.

Como eu fiz?

Eu, particularmente, preferi pagar as duas taxas de Fernando de Noronha pela internet. Dessa maneira, cheguei em Noronha com pago e tudo resolvido. Faria da mesma forma numa próxima viagem.

Principais dúvidas sobre as taxas

Quantas taxas são obrigatórias para visitar Fernando de Noronha?

Somente uma: a Taxa de Preservação Ambiental.
A Taxa do Parque Nacional Marinho não é obrigatória a todos, somente a quem quiser visitar a área do Parque Nacional Marinho.

O que é TPA?

Taxa de Preservação Ambiental. É a taxa obrigatória a todo e qualquer turista que visita Fernando de Noronha.

Posso pagar a TPA pela internet?

Pode sim. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou boleto bancário.
Site: www.noronha.pe.gov.br/turPreservacao.php

A taxa do Parque Nacional é obrigatória?

Não. Você só precisa pagar se for visitar alguma das praias do parque ou se fizer algum passeio que exija (as trilhas agendadas, o Ilha Tour ou alguns passeios de barco, por exemplo).

Posso pagar a taxa do Parque Nacional antecipado?

Sim. No entanto, mesmo pagando antecipado será necessário receber a carteirinha pessoalmente.
Site: tickets.parnanoronha.com.br

Quais praias precisam da carteira do Parque Nacional?

Praias do Sancho, Sueste, Baia dos Golfinhos, Baia dos Porcos, Praia do Leão e Piscina da Atalaia.

Quais trilhas precisam da carteira do Parque Nacional?

Trilha do Atalaia, Golfinhos, Abreu, Capim Açu, Pontinha Pedra Alta, do Forte São Joaquim, do Morro São Jose, Ponta das Caracas e Caieira.

+ Leia também: Tudo para planejar uma viagem perfeita para Fernando de Noronha
Monte sua viagem com nossos parceiros!
➥ Encontre as PASSAGENS aéreas mais baratas
➥ Reserve seu HOTEL com cancelamento gratuito
➥ Encontre o melhor SEGURO VIAGEM e parcele em até 6 vezes sem juros
➥ Compre ingressos e passeios com segurança
➥ Alugue CARRO sem pagar IOF
* Compromisso de transparência: Reservando qualquer serviço através de nossos parceiros, o blog recebe uma pequena comissão. Assim, conseguimos manter o blog no ar e continuamos a compartilhar as melhores experiências com nossos leitores!

Renata Marques

Nascida em Minas Gerais, filha de mãe mineira e pai paulista, passou parte da infância no Rio de Janeiro, morou em João Pessoa, fez intercâmbio em Londres e atualmente estuda uma possibilidade de se mudar de São Luís, onde já viveu por quase metade da vida. Mãe desde muito nova, filha desnaturada, esposa esforçada. Apaixonada por viagens e paisagens naturais. Servidora pública, fotógrafa e blogueira e em 2017 fez uma volta ao mundo de 1 ano com a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *