Vida de blogueiro: Como nossa história nos trouxe até aqui?

Share on telegram
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Oie! Hoje é o segundo dia do BEDA e para aquecer a nossa participação, eu quero compartilhar com vocês um pouquinho da nossa vida, de como é ser blogueiro de viagem. Ela não é, pelo menos por enquanto, uma profissão de dedicação exclusiva, mas nós tratamos o assunto com muita seriedade.

Vida de blogueiro de viagem: trabalha, estuda, bloga e viaja 😀

Muita gente não imagina, mas criar conteúdo sobre as viagens, embora seja um grande prazer para gente, dá um trabalhão.

Escrever um post com informações completas e detalhadas leva um bom tempo; selecionar imagens leva mais outro tempo. E ainda tem toda a parte de manutenção do blog, divulgação do conteúdo e administração dos nossos grupos de viajantes no whatsapp e telegram. É coisa para caramba!

Mas a gente gosta! Tanto que estamos por aqui, sobrevivendo a esse universo há mais de 12 anos. < 3

E veja só, quando criei o blog em 2009, viajar nem era uma constante em nossas vidas.  Eu usava o espaço para planejar as viagens que eu queria fazer! E foi assim que aos poucos ele foi tomando esse jeitinho de ajudar as pessoas a organizar suas próprias aventuras. 

Hoje queria compartilhar com vocês alguns momentos marcantes na nossa vida de viajante, e que misturam um pouco da nossa vida e a do Inda Vou Lá.

Fevereiro/2009 – Primeiro post no blog: Eu estava planejando uma viagem para Fernando de Noronha e decidi reunir as anotações num lugar público, que pudesse ser útil para outras pessoas também. 

Setembro/2011: Nossa primeira vez em outro país, ao cruzar de Foz do Iguaçu para o Paraguai e Argentina. Antes disso, eu tinha apenas feito algumas viagens internacionais com meu pai, quando era muito pequena.

Ao visitar Foz do Iguaçu, também esticamos até Paraguai e Argentina, estreando nossas viagens internacionais

Setembro/2012 – Parti para um intercâmbio de 1 ano em Londres, participando no programa Ciência sem Fronteiras. Economizando no dia a dia, consegui viajar, em média, um final de semana por mês e assim conheci 12 países naquele ano. E foi nesse intercâmbio que eu comecei a desconstruir alguns mitos sobre viagens internacionais. Foi quando eu consolidei a ideia de que viajar não precisa ser caro e dá para viver ótimas experiências gastando bem pouco. Além disso, na época eu também criei um blog em inglês. Não durou muito, mas acabei entrando pro “time de blogueiros da universidade”.

Conheci lugares inimagináveis gastando bem pouco durante o intercâmbio

Outubro/2012 – Vi neve pela primeira vez, na minha primeira viagem de final de semana no intercâmbio. Escolhi a Noruega como primeiro destino quando aprendi a usar o Skyscanner – foi para lá que encontrei o voo mais barato saindo de Londres.

Setembro/2013 – Depois desse ano maravilhoso de aprendizado e viagens, voltei para o Brasil e comecei a trabalhar com fotografia. Fotografamos de partos a casamentos e conhecemos pessoas incríveis nessa jornada. Mas depois percebemos que era um trabalho que nos obrigava a saber onde estaríamos em tal data, precisávamos assumir compromissos com um ano de antecedência, por exemplo, e a gente passou a valorizar uma vida mais livre desse tipo de amarras.

Algum momento em 2015 –  Resolvi que queria fazer uma viagem longa. Chamei o marido para conversar e começamos a planejar uma viagem de um ano, com nossa filha que na época tinha 14 anos. Foram vários meses de preparação, onde nos preparamos financeiramente e cuidamos de alguns detalhes burocráticos, desde procuração para resolver problemas no banco a escolher uma escola online.

Volta ao mundo em família

Início de 2016 – Resolvi que o blog merecia ser mais profissional. Mudamos de plataforma, layout, convidei uma grande amiga para escrever por aqui também e fizemos de 2016 o ano mais ativo da história do Inda Vou Lá.

Dezembro/2016 – Embarcamos para nosso ano sabático, uma viagem que iria nos transformar por completo. Naquele dia de embarque, nem imaginávamos quantas experiências passaríamos nos meses seguintes. 

O embarque para nosso ano sabático – que virou uma volta ao mundo

Dezembro/2017 – Voltamos para São Luís depois de 359 dias de viagem, e celebramos nosso reencontro com familiares e amigos no aniversário de 15 anos da Joyce.

Agosto/2018 – Oficializamos nossa paixão por viagens com a abertura da agência Panda Brasil, com foco em roteiros personalizados, consultorias e experiências de viagens em pequenos grupos. 

Nosso primeiro grupo na Índia <3

Fevereiro/2020 – Um pouco antes da pandemia se espalhar pelo Brasil, visitamos Fernando de Noronha, realizando aquele sonho que eu tinha desde 2009 quando criei o blog.

Março/2020 – Como todo o mundo, cancelamos nossas viagens em grupo e passamos a descobrir o novo normal. O blog não parou, e ao pisar nos freios de viagens, pudemos trazer para cá muito conteúdo acumulado que nunca tínhamos conseguido publicar. Também mudamos layout, identidade visual e reavaliamos  nossas prioridades.

Agosto/2021 – Cá estamos nesse novo desafio, de postar durante todos os dias do mês de Agosto.

Ainda é cedo para refletir sobre os aprendizados e mudanças que o BEDA irá trazer na nossa vida e do blog, mas tenho certeza que um dos grandes legados será aprender a ser mais ágil para criar publicações. 

Fique com a gente para acompanhar os conteúdos que estamos preparando para os próximos dias, que vai ter muita coisa legal.

E se você estiver curtindo a ideia de a gente postar todos os dias, deixa aquele incentivo nos comentários.

Esse post faz parte do projeto Blog Every Day August, BEDA. Um desafio de postar no blog todos dias do mês de agosto. Leia mais sobre esse desafio no post de abertura. E confira também o índice com todos os posts já publicados do nosso BEDA 2021!

Procurando companhia para Viajar? #PartiuEgito

Estamos com vagas abertas para nossa VIAGEM EM GRUPO PARA O EGITO que vai acontecer de 12 a 23/10/2021.

Clique no botão abaixo e sabia mais sobre essa viagem incrível.

Curtiu nossas dicas?

Dê aquela forcinha ao nosso trabalho!
Ao fazer uma reserva nos sites que indicamos, ganhamos uma pequena comissão que nos incentiva a continuar produzindo tanto conteúdo gratuito e de qualidade. Ah! E você não paga nem um centavinho a mais por isso.

19 respostas

    1. Ficamos super felizes em saber Maiara! Espero que o conteúdo que estamos preparando pra essa maratona ajude ainda mais

  1. Muito legal teu relato de como é ser blogueiro de viagens. Desconstrói aquela imagem glamourizada de que é tudo luxo e riqueza.

  2. Li hj sobre o Beda e já gostei, vou entrar no desafio de ler todo dia. Afinal, acompanho a história do IndaVou Lá, desde os primórdios. Sei das verdades, dificuldades e todo amadurecimento do sonho ao projeto, para então ser palpável.
    Rê e Panda me ampliam a visão de mundo em muitos aspectos de minha vida e causam muito desconforto com as minhas mesmices…coleciono vários hábitos que nasceram de dicas e orientações do casal.
    Sucesso, paz e harmonia, e, sobretudo, capacidade de enxergar e sentir cada um desses valiosos desejos.

    1. Dani, bem vinda a esse desafio! Você acompanhou o Inda Vou Lá desde o comecinho, até porque ele surgiu exatamente quando eu estava nesse lugar de tanta energia boa, que é a Paraíba. <3
      Espero que esses desconfortos ajudem em algum sentido!
      Nos vemos em breve. Saudades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site armazena informações de forma anônima para melhorar sua navegação.
Para saber mais sobre como tratamos seus dados, consulte nossa Política de Privacidade.