11 dicas para planejar sua viagem para Cancún

Em abril deste ano (2016) eu, Renata e mais um monte de amigos e familiares fomos a Cancún para realizar meu sonho de fazer um Destination Wedding. Se você está por fora deste acontecimento, leia aqui os detalhes. Cancún é um destino maravilhoso e todos os nossos amigos curtiram muito! Mas durante o planejamento da nossa viagem e até mesmo durante o tempo que passamos por lá, nos deparamos com muitas dúvidas. Pensando nisso resolvemos escrever este post com algumas dicas de como tornar sua viagem para Cancún ainda mais proveitosa!

Como planejar uma viagem para Cancún?

#1 – Acerte na escolha da data

A temporada de furacões começa oficialmente em 01 de junho e termina no dia 30 de novembro. A probabilidade de um furacão passar no local que você está visitando exatamente na semana que você escolheu para estar lá, é muito baixa. Entretanto, você fica com bastante chance de pegar muita chuva. E nada mais inconveniente em uma viagem para a praia que encarar vários dias de chuva. O ideal é marcar sua viagem fora desse período.

Além disso, a alta temporada em Cancún acontece entre dezembro e abril. Em abril acontece o famoso spring break e Cancún fica tomada por turistas americanos. Lemos em diversas fontes que nessa época tudo fica um caos. Apesar disso, nós viajamos pra lá na última semana do spring break, de 09/04 a 17/04 e achamos a cidade bem tranquila e agradável. Apesar da tranquilidade, muitos hostels não tinham mais vagas disponíveis. Então é muito importante reservar sua hospedagem com antecedência!

*Para acompanhar a temperatura e incidência de chuva mês a mês em Cancún, clique aqui.

#2 – Sobre passagens e vistos

Brasileiros não precisam de visto para entrar no México e vacina contra febre amarela também não é exigida. Caso você faça conexão nos Estados Unidos, vai precisar do visto americano. Além disso, algumas pessoas dizem que sua entrada pode ser facilitada na hora da imigração se você tiver o visto americano. Você encontra todos os detalhes sobre a imigração no México neste post.

A LATAM tem voos diretos para Cancún saindo de São Paulo ou com conexão em Bogotá. Já a CopaAirlines tem voos para Cancún com conexão do Panamá (nós também não precisamos de visto para parar no Panamá).

#3 – Não se hospede apenas em Cancún

Cancún é uma porta de entrada para outros destinos maravilhosos e dividir a sua estadia em mais de um local pode ajudar muito na hora de visitar as incríveis Playa del Carmen, Isla Mujeres, Cozumel e  Isla Contoy.

Durante a nossa estadia no México, dividimos nossa hospedagem entre Cancún e Playa del Carmen e foi sensacional! Playa é um local muito estratégico. De lá, você faz os principais passeios para visitar Cozumel, Tulum, Chichen Itzá e os famosos parques Xel-Há e Xcaret. Como se isso não bastasse, Playa é uma cidadezinha encantadora e acolhedora.

Quando você estiver planejando a sua viagem, procure se hospedar em Playa nos dias que for visitar essas atrações, assim você poupa tempo, economiza no transporte e de quebra curte um lugar maravilhoso. Considere ainda passar uma noite em uma das ilhas, como Isla Mujeres ou Cozumel e aproveite-as de manhãzinha antes da galera toda chegar!

Se você não sabe por onde deve começar a planejar sua viagem, leia nosso guia do planejamento de viagens.

#4 – Se quer ficar conectado, compre um chip de celular

Não é tão fácil encontrar redes wifis abertas em Cancún. Alguns estabelecimentos liberam a senha da rede se você pedir, mas em locais como Isla Mujeres, por exemplo, simplesmente não encontramos wifi disponível (a Renata encontrou em uma sorveteria). Eu não comprei o chip porque tinha wifi no hotel e não achei necessário, mas algumas amigas compraram um chip da TelCel e pagaram 150 pesos por 2GB de internet válidos por 15 dias. Para quem não quer se desconectar, menos de R$40,00 é um valor razoável.

#5 – Faça uma tabela de conversão de moedas

A moeda de Cancún é o peso Mexicano, mas quase todo estabelecimento aceita dólares. E todo estabelecimento tem a sua própria conversão, um valor caprichado pra motivar você a deixar seus dólares por lá. Mas um detalhe: o troco sempre é em pesos.

Existem várias formas de levar dinheiro para o exterior, nós inclusive dedicamos um post só para tratar deste assunto. Mas quando o assunto é Cancún, as pessoas costumam levar dólar para trocar por pesos mexicanos lá. Dai quando você vê algo custando 300MXN (pesos mexicanos) fica com uma interrogação na cabeça… Quanto isso custa em reais? A ideia da tabela pode parecer meio boba quando você pensa “eu posso calcular e saber quanto custa”. Sim, você pode calcular, mas acredite em mim, vai perder tempo e ficar irritado. Com uma tabelinha como essa, na hora você consegue decidir se algo está caro ou não. Você também pode incluir uma coluna para a cotação do dólar.

Tabela que fizemos para calcular a conversão rapidamente
Tabela que fizemos para calcular a conversão.

*Lembrando que esses valores foram calculados levando em consideração o preço que pagamos pelas conversões real-dólar e dólar-peso, em Abril/2016. Faça uma atualizada na época da sua viagem.

#6 – Decida quanto quer gastar com hotel

Cancún tem hospedagem para todos os gostos. Quando você for pesquisar hospedagens em Cancún vai se deparar com uma infinidade de Resorts All inclusive e ficar muito tentado a reservar sua estadia em um deles. Vale a pena? Vale, mas não para todos os dias da sua viagem. Se você estiver empolgado para visitar as ruínas Maias, as ilhas nas proximidades de Cancún e fazer qualquer coisa fora do hotel, o interessante é ficar num hotel sem o pacote All inclusive.

Em Cancún, você pode escolher se hospedar na Zona Hoteleira, uma área moderna da cidade onde encontramos resorts maravilhosos, ou na região central, onde encontramos hospedagens mais simples e com um ótimo custo benefício. Além disso, você pode ainda se hospedar em Playa del Carmen, Isla Mujeres, Cozumel… Depende do seu gosto, e claro, do seu bolso! Antes de fechar sua hospedagem em Cancún, não deixe de ler o Guia da Hospedagem em Cancún.

#7 – Reserve no mínimo 7 dias na região

Eu e meu marido passamos exatamente uma semana em Cancún e ficamos com um gostinho de quero mais! Acredito que esse  seja um tempo razoável para visitar a maior parte das atrações da região. Menos que isso você acaba sentindo que deixou de alguma coisa de fora. Além disso, as atrações costumam ser longe de Cancún e o deslocamento é por vezes muito cansativo. Imagina ir pra boate CocoBongo preocupado em acordar cedíssimo no outro dia para não perder nada?

Preparamos um roteiro de 7 dias pra você aproveitar tudo que esse destino maravilhoso tem a oferecer, leia aqui.

#8 – Evite comprar passeios antecipadamente

Você vai procurar informações sobre passeios em Cancún e ficar tentado. Mas se você for capaz de resistir, vai conseguir economizar uma baita grana. O que a gente mais vê pelas ruas de Cancún e Playa del Carmen são agentes/agências de turismo. Existem ruas com tanta agência uma do lado da outra, que o jeito de ganhar o cliente é fazendo o preço mais barato! E acredite, bem mais barato que o preço que encontramos na internet. Eu cheguei a comprar um passeio para Chichen Itzá pela internet e chegando lá descobri que poderia ter economizado pelo menos R$100 para fazer o percurso na mesmíssima van.

#9 – A forma mais barata de sair do aeroporto é usando o ADO

O aeroporto de Cancún é um dos mais bagunçados que eu já visitei. Não tem wifi grátis, as malas levam pelo menos 30 minutos para serem liberadas na esteira, a fila da imigração é enorme e quando você finalmente consegue passar por isso tudo, encara dezenas de pessoas querendo te empurrar “transfers”, táxis e transportes em geral.

Mas se você procurar com calma, vai encontrar um guichê do ADO, uma companhia de ônibus segura e confortável. Os preços variam de acordo com data e horário, mas eu e meu marido, por exemplo, pagamos cerca de 5 dólares cada para viajar do aeroporto de Cancún para Playa del Carmen.

#10 – Experimente Cancún de noite e de dia

Se os dias em Cancún são maravilhosos e cheios de atividades, a noite não fica pra trás. A cidade tem várias boates com espetáculos ao vivo, bebida liberada e muitas atrações. CocoBongo é a boate mais famosa, mas outras como a Mandala não ficam muito pra trás. Outro lugar com boates animadas é Playa del Carmen.

#11 – Economize na hora dos souvenirs

Quer comprar lembrancinhas pros amigos, pros parentes, pros conhecidos, pro papagaio, pro cachorro??? Os melhores locais pra encontrar lembrancinhas baratas em Cancún são: Walmart e Chichen Itzá. Deixa pra comprar as coisas que você amou lá e economize um bocado.

Bônus: Dicas de atrações em Cancún

Quer saber quais passeios fazer em Cancún? Confere esses posts aqui 🙂

Planeje sua viagem

Além de conferir as nossas dicas para aproveitar ainda mais sua estadia em Cancún, que tal aprender a planejar a viagem dos seus sonhos? Com muito carinho, elaboramos uma série de posts para mostrar que:

  • Não precisa ser rico pra viajar, com planejamento e foco você também consegue.
  • Uma viagem perfeita não é aquela que sai em capas de revistas, mas aquela que atende a sua necessidade, onde você realiza os seus sonhos!
  • Você pode resolver tudo sozinho! Não precisa gastar fortunas com de agências de turismo
  • Cada detalhe importa, da compra da passagem a reserva de hospedagem, passando pela arrumação da mala.

E ai, se interessou? Confira nosso guia de planejamento de viagens aqui!

Carmina Nascimento

Engenheira eletricista e apaixonada por livros. Nascida e criada em Manaus, morei um ano em Londres participando do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Em 2016 realizei um dos meus maiores objetivos relacionados a viagem, o destination wedding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *